Analysis of the correlation between p53 and bcl-2 expression with staging and prognosis of the colorectal adenocarcinoma

Analysis of the correlation between p53 and bcl-2 expression with staging and prognosis of the colorectal adenocarcinoma

Título alternativo Análise da correlação entre a expressão da p53 e do bcl-2 com o estadiamento e o prognóstico do adenocarcinoma colorretal
Autor Lustosa, Suzana Angelica Silva Google Scholar
Waitzberg, Angela Flávia Logullo Autor UNIFESP Google Scholar
Artigiani Neto, Ricardo Autor UNIFESP Google Scholar
Saad, Sarhan Sydney Autor UNIFESP Google Scholar
Goldenberg, Alberto Autor UNIFESP Google Scholar
Matos, Delcio Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Centro Universitário de Volta Redonda
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo PURPOSE: To analyze the correlation between p53 and bcl-2 expression and colorectal adenocarcinoma staging and prognosis. METHODS: This was a retrospective series of 125 colorectal adenocarcinoma patients (67 women and 58 men; ages 30-87 years) who underwent surgery with curative intent. The mean follow-up was 28.5 months (range: 2-96 months). TNM staging, tumor recurrence, survival and cancer-related mortality were analyzed. Immunoreactivity was evaluated using DO7 (Dako) for p53 and K492 (Dako) for bcl-2. Tumors with accumulation of staining for cytoplasmic bcl-2 or nuclear p53 in more than 10% of cells were considered positive. Statistical analysis utilized Pearson chi-squared, log-rank and Wilcoxon tests, and Kaplan-Meier survival estimation (significance level: p<0.05). RESULTS: p53+ was found in 11.8% (14/118), bcl-2+ in 50% (58/116) and associated p53+/bcl-2+ in 6.4% (7/109) of the tumors. There was no significant correlation between expression of these biomarkers and TNM I, II, III and IV staging (p=0.385 for p53; p=0.461 for bcl-2). For tumor recurrence, p53+ was found in 9.5% (2/21), bcl-2+ in 50% (11/22), and associated p53+/bcl-2+ in 5.2% (1/19) of the tumors (p=0.714, p=1.000 and p=0.960, respectively). For survival analysis, p53+: 57 months (45.0-68.0), bcl-2+: 78 (37.0-89.0), and p53+/bcl-2+: 62 (56.0-68.0) (p=0.319). For cancer-related mortality, p53+: 8.3% (3/36), bcl-2+: 47.2% (17/36), and p53+/bcl-2+: 5.9% (2/36) of the patients (p=0.432, p=0.688 and p=0.907, respectively). CONCLUSION: No correlation was found between tumor expression of p53 and bcl-2 and the TNM staging, recurrence, survival and cancer-related mortality in colorectal adenocarcinoma.

OBJETIVO: Analisar a correlação entre a expressão da p53 e do bcl-2 com o estadiamento e prognóstico do adenocarcinoma colorretal. MÉTODOS: Foi realizado o estudo de uma série retrospectiva de 125 doentes com adenocarcinoma colorretal (67 mulheres e 58 homens; 30 a 87 anos de idade), que se submeteram ao tratamento cirúrgico com intenção curativa. O tempo médio de seguimento foi de 28,5 meses (variação de 2 a 96 meses). O estadiamento TNM, a recidiva tumoral, a sobrevida e a mortalidade relacionada com o câncer foram analisados. A reação imunohistoquímica utilizada foi o DO& (Dako) para o p53 e o K492 (Dako) para o bcl-2. Tumores com intensidade de coloração citoplásmica para o bcl-2 e nuclear para o p53, acima de 10% de células foram considerados positivos. A análise estatística utilizada foi o teste qui-quadrado de Pearson, log-rank, Wilcoxon e estimativa de sobrevida de Kaplan-Meier (nível de significância : p<0,05). RESULTADOS: p53+ foi encontrado em 11.8% (14/118), bcl-2+ em 50% (58/116) e associados p53+/bcl-2+ em 6.4% (7/109) dos tumores. Não foi encontrado correlação significante entre a expressão tumoral destes marcadores e o estadiamento TNM I, II, III e IV (p=0.385 para a p53; p=0.461 para o bcl-2). Na recidiva tumoral, p53+ foi encontrado em 9.5% (2/21), bcl-2+ em 50% (11/22), e p53+/bcl-2+ associados em 5.2% (1/19) dos tumores (p=0.714, p=1.000 e p=0.960, respectivamente). Na análise de sobrevida, p53+: 57 meses (45.0-68.0), bcl-2+: 78 (37.0-89.0), e p53+/bcl-2+: 62 (56.0-68.0) (p=0.319). Para mortalidade relacionada com câncer, p53+: 8.3% (3/36), bcl-2+: 47.2% (17/36), e p53+/bcl-2+: 5.9% (2/36) dos pacientes (p=0.432, p=0.688 and p=0.907, respectivamente). CONCLUSÃO: Nenhuma correlação significante foi encontrada entre a expressão tumoral da p53 e do bcl-2 com o estadiamento TNM, recidiva, sobrevida e mortalidade relacionada com câncer.
Palavra-chave Colorectal Neoplasms
Tumor Markers, Biological
Neoplasm Staging
Prognosis
Neoplasias Colorretais
Marcadores Biológicos de Tumor
Estadiamento de Neoplasias
Prognóstico
Idioma Inglês
Data de publicação 2005-10-01
Publicado em Acta Cirurgica Brasileira. Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia, v. 20, n. 5, p. 353-357, 2005.
ISSN 0102-8650 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia
Extensão 353-357
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0102-86502005000500003
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0102-86502005000500003 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/2717

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0102-86502005000500003.pdf
Tamanho: 86.85KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta