Teleoftalmologia como auxílio diagnóstico nas doenças infecciosas e inflamatórias oculares

Teleoftalmologia como auxílio diagnóstico nas doenças infecciosas e inflamatórias oculares

Título alternativo Teleophthalmology as an auxiliary approach for the diagnosis of infectious and inflammatory ocular diseases: evaluation of an asynchronous method of consultation
Autor Finamor, Luciana Peixoto dos Santos Autor UNIFESP Google Scholar
Martins, Maria Cristina Autor UNIFESP Google Scholar
Muccioli, Cristina Autor UNIFESP Google Scholar
Singulem, Daniel Autor UNIFESP Google Scholar
Lopes, Paulo R. L. Autor UNIFESP Google Scholar
Belfort, Rubens Junior Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo PURPOSE: The purpose of this study was to evaluate the efficacy of teleophthalmology as an auxiliary approach for diagnosis of infectious and inflammatory ocular diseases and to study the main problems associated with the conclusion reached by consultation. METHODS: Two hundred and thirty three 35 mm slides (retinography or biomicroscopy photos) were digitalized and stored in a Compact Disc to be later analyzed in a computer monitor by two consultants, specialists in uveitis. The consultants filled out a form and a questionnaire, indicating the diagnosis and probable treatment for the analyzed cases also the main difficulties found to reach a conclusion of the consultation. The Kappa statistic, an assessment of the change-corrected agreement (reproducibility) among consultants, was calculated. Kappa values of > 0.7 indicated excellent agreement; values between 0.4 and 0.7 indicated fair to good agreement and values of < 0.4 indicated poor agreement. RESULTS: Agreement between the consultants and the final diagnosis was of 73.5%. Treatment suggestion or management was not possible in 8% of the cases for consultant A and in 10.4% for consultant B. The higher agreement rate among consultants, relating to the reasons that rendered diagnosis difficult, was found in relation to lack of clinical data and low quality of images. CONCLUSION: Teleophthalmology, through the asynchronous method, was an efficient means for diagnosis of patients with infectious and inflammatory ocular diseases. The main problems affecting the teleophthalmology consultation were lack of detailed clinical data and low quality of the images.

OBJETIVOS: Avaliar a eficácia da teleoftalmologia como auxílio diagnóstico nas doenças infecciosas e inflamatórias oculares, assim como avaliar os principais fatores limitantes para a realização e conclusão de consultoria em oftalmologia. MÉTODOS: Duzentas e trinta e três fotos (retinografias e/ou exames de biomicroscopia), em diapositivos 35-mm de 87 pacientes, foram digitalizadas e armazenadas em CD-ROM, para posterior análise, em monitor de computador, por dois consultores especialistas em uveítes, que responderam formulário e questionário indicando o diagnóstico provável, tratamento e/ou conduta e as dificuldades encontradas para a conclusão da consultoria. Teste estatístico Kappa foi utilizado para avaliação da concordância entre os observadores. Valores de Kappa acima de 0,7 indicam concordância excelente; valores entre 0,4 e 0,7 indicam concordância moderada/boa e valores menores que 0,4 indicam concordância ruim. RESULTADOS: A concordância diagnóstica observada na consultoria, em relação ao padrão ouro, foi de 73,5% para ambos os consultores. Sugestão de tratamento e/ou conduta não foi possível em 8% dos casos para o consultor A, e em 10,4% para o consultor B. A falta de dados clínicos (Kappa: 0,8) e a má qualidade das imagens (Kappa: 0,74) foram os motivos com maior concordância em relação às dificuldades para conclusão da consultoria. CONCLUSÃO: A teleoftalmologia por meio de consultoria por método assíncrono foi eficaz para o diagnóstico de doenças infecciosas e inflamatórias oculares. A falta de dados clínicos detalhados e a má qualidade das imagens foram os principais fatores limitantes para a conclusão da consultoria.
Palavra-chave Telemedicine
Ophthalmology
Diagnosis
Uveitis
AIDS
Telemedicina
Oftalmologia
Diagnóstico
Uveítes
Síndrome de imunodeficiência adquirida
Idioma Português
Data de publicação 2005-10-01
Publicado em Revista da Associação Médica Brasileira. Associação Médica Brasileira, v. 51, n. 5, p. 279-284, 2005.
ISSN 0104-4230 (Sherpa/Romeo)
Publicador Associação Médica Brasileira
Extensão 279-284
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0104-42302005000500020
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0104-42302005000500020 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/2702

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0104-42302005000500020.pdf
Tamanho: 123.0KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta