Intervenções de enfermagem para os diagnósticos de enfermagem mais freqüentes em dois serviços públicos de assistência à saúde da mulher

Intervenções de enfermagem para os diagnósticos de enfermagem mais freqüentes em dois serviços públicos de assistência à saúde da mulher

Título alternativo Nursing interventions formulated for the most frequent nursing diagnoses in gynecology at two regional health centers
Intervenciones de enfermería para los diagnósticos de enfermería más frecuentes en ginecología en centros regionales de salud
Autor Gerk, Maria Auxiliadora de Souza Google Scholar
Barros, Sonia Maria Oliveira de Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Departamento de Enfermagem
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo INTRODUCTION: This study constitutes a descriptive, analytical, and retrospective research on the nursing interventions formulated for the most frequent nursing diagnoses in gynecology identified for 165 women seen at outpatient nursing appointments held at two regional health centers in Campo Grande, MS, Brazil. The interventions were developed from axes A (action type), B (target), C (means), and H (beneficiary) of the ICNP® Nursing Actions Classification (Beta 2 version). OBJECTIVES: Establish nursing interventions and nursing outcomes. METHOD: The data on the population were obtained from the protocols of 165 outpatient consultation sessions. RESULTS: Sixty nursing diagnoses were identified, whose simple frequency ranged from 1 to 137, and the five most frequent ones were selected for establishing the nursing interventions. The actions most frequently established were guiding , referring , explaining , and providing . CONCLUSIONS: While formulating the interventions, an urgent need for multidisciplinary work was perceived, considering that the action referring , in the scope of this research, equated the referral to diverse health care services. Another finding was the evidence that nurses play a pivotal role as education agents.

INTRODUCION: Se trata de una pesquisa descriptiva , analítica retrospectiva sobre las intervenciones de enfermería para los diagnósticos de enfermería más frecuentes en ginecología dentre las 165 mujeres asistidas en consultas de enfermería en dos centros regionales de salud de Campo Grande, MS, y sobre la construcción de estas intervenciones a partir de los ejes A (tipo acción), B (blanco), C (medios) y H (beneficiario) de la clasificación internacional para la práctica de enfermería, cuya frecuencia simple ha sido variada de uno a 137, de los cuales seleccionamos los cinco más frecuentes para el establecimiento de las intervenciones. OBJETIVOS: Constucción de las intervenciones de enfermería MÉTODO: Foram analisados 165 protocolos de consulta de enfermagem nas quais havia sido utilizado um instrumento de levantamento de dados sistematizado. RESULTADOS: Las acciones establecidas más frecuentes fueron 'orientar', 'referir explicar y provenir. CONCLUSIÓN: Determinando las intervenciones, verificamos la extrema necesidad del trabajo multidisciplinar, pues la acción ''direccionar'' ha significado , en nuestra pesquisa, lo equivalente al direccionamiento a otros campos de salud. Y además de eso ha sido constatado la importancia de la enfermera como educadora.

INTRODUÇÃO: Trata-se de uma pesquisa descritiva, analítica, retrospectiva sobre as intervenções de enfermagem para os diagnósticos de enfermagem mais freqüentes em ginecologia, entre as 165 mulheres assistidas em consultas de enfermagem em dois centros regionais de saúde de Campo Grande, MS, e sobre a construção destas intervenções a partir dos eixos A (tipo ação), B (alvo), C (meios) e H (beneficiário) da Classificação Internacional para a Prática de Enfermagem (CIPE®) - versão beta 2. OBJETIVOS: Estabelecer as intervenções de enfermagem e os resultados esperados. MÉTODO: Foram analisados 165 protocolos de consulta de enfermagem nas quais havia sido utilizado um instrumento de levantamento de dados sistematizado. RESULTADOS: Foram identificados 60 diagnósticos de enfermagem, cuja freqüência simples variou de um a 137, dos quais selecionamos os cinco mais freqüentes para o estabelecimento das intervenções. As ações estabelecidas mais freqüentes foram orientar , referir , explicar e prover . CONCLUSÕES: Ao estabelecermos as intervenções, verificamos a necessidade premente do trabalho multidisciplinar, uma vez que a ação encaminhar significou o equivalente ao encaminhamento a outros serviços de saúde. Outra constatação foi a imprescindibilidade do papel de educadora da enfermeira.
Palavra-chave Women s health
Obstetrical nursing
Nursing diagnosis
Saúde da mulher
Enfermagem obstétrica
Diagnóstico de enfermagem
Idioma Português
Data de publicação 2005-09-01
Publicado em Acta Paulista de Enfermagem. Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), v. 18, n. 3, p. 260-268, 2005.
ISSN 0103-2100 (Sherpa/Romeo)
Publicador Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 260-268
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0103-21002005000300006
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0103-21002005000300006 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/2665

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0103-21002005000300006.pdf
Tamanho: 197.8KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta