Escalas de risco de Torrington e Henderson e de Epstein: aplicabilidade e efetividade nas ressecções pulmonares

Escalas de risco de Torrington e Henderson e de Epstein: aplicabilidade e efetividade nas ressecções pulmonares

Título alternativo Torrington and Henderson and Epstein risk assessment scales: applicability and effectiveness in lung resection
Autor Stanzani, Fabiana Autor UNIFESP Google Scholar
Oliveira, Maria Alenita De Autor UNIFESP Google Scholar
Forte, Vicente Autor UNIFESP Google Scholar
Faresin, Sonia Maria Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo OBJECTIVE: To compare the incidences of pulmonary and cardiopulmonary postoperative complications estimated using, respectively, the scoring systems devised by Torrington and Henderson and by Epstein in a populational sample undergoing lung resection for the treatment of lung cancer. METHODS: Prospective data from patients submitted to resection of one or more pulmonary lobes were selected from the databases of two tertiary-care hospitals. The outcome measures were pulmonary complications, cardiac complications and mortality rates. Fisher's exact test was used to evaluate the concordance between the predicted and observed complications. RESULTS: The Torrington and Henderson scoring system was applied to 50 patients, in which the risk was found to be mild in 12, moderate in 32, and high in 6. Although accurately identifying patients at high risk, the Torrington and Henderson scale underestimated the rate of postoperative cardiopulmonary complications in the mild and moderate risk categories (p = 0.0003 and p = 0.0006, respectively). The Epstein scoring system was applied to 38 patients, 4 of which were found to be at high risk, and 34 of which were found to be at mild risk. The Epstein scale also underestimated the risk in the patients (the majority) that were classified as being at mild risk (p < 0.0001) and yet, like the Torrington and Henderson scale, accurately identified those at high risk. CONCLUSION: Neither of the two scoring systems analyzed were found to be appropriate for predicting the risk of pulmonary and cardiopulmonary complications in most cases.

OBJETIVO: Comparar a incidência de complicações pulmonares e cardiopulmonares estimadas, respectivamente, pelas escalas de Torrington e Henderson e de Epstein, em amostra populacional submetida à ressecção pulmonar para tratamento de câncer de pulmão. MÉTODOS: Dados de doentes submetidos à ressecção de um lobo pulmonar ou mais foram retirados de dois bancos de dados montados de forma prospectiva, oriundos de dois hospitais terciários. As medidas de desfecho analisadas foram complicações pulmonares, cardíacas e óbito. Teste exato de Fisher foi usado para avaliar a concordância das taxas de complicações obtidas com as estimadas previamente. RESULTADOS: A escala de Torrington e Henderson foi aplicada em 50 doentes (12 apresentaram risco leve, 32 moderado e 6 grave) e subestimou a taxa de complicações pulmonares nas categorias leve e moderado (p = 0,0003 e p = 0,0006, respectivamente), porém foi capaz de reconhecer os pacientes com alto risco de desenvolver complicações. A escala de Epstein foi aplicada em 38 doentes (4 apresentaram risco alto e 34 baixo) e também subestimou a taxa de complicações cardiopulmonares pós-operatórias da categoria de risco leve, que continha a maioria dos doentes (p < 0,0001), mas reconheceu, também, os pacientes com chance alta de complicar. CONCLUSÃO: As duas escalas não foram adequadas para estimar ocorrência de complicações pulmonares e cardiopulmonares na maioria dos doentes.
Palavra-chave Postoperative complications
Preoperative care
Thoracic surgical procedures
Lung neoplasms
Pneumonectomy
Respiratory function tests
Risk factors
Risk assessment
Complicações pós-operatórias
Cuidados pré-operatórios
Procedimentos cirúrgicos torácicos
Neoplasias pulmonares
Pneumonectomia
Testes de função respiratória
Fatores de risco
Medição de risco
Idioma Português
Data de publicação 2005-08-01
Publicado em Jornal Brasileiro de Pneumologia. Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia, v. 31, n. 4, p. 292-299, 2005.
ISSN 1806-3713 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia
Extensão 292-299
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1806-37132005000400005
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1806-37132005000400005 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/2648

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1806-37132005000400005.pdf
Tamanho: 65.25KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta