O processo saúde-doença-cuidado e a população em situação de rua

O processo saúde-doença-cuidado e a população em situação de rua

Título alternativo Health-sickness-care process and the street population
Proceso salud-enfermedad-cuidados y la población de la calle
Autor Rosa, Anderson da Silva Autor UNIFESP Google Scholar
Cavicchioli, Maria Gabriela Secco Autor UNIFESP Google Scholar
Brêtas, Ana Cristina Passarella Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo This paper gives an empirical and contextualized presentation of the health-sickness-care process and its relation with poverty, emphasizing the problem of people who live in and of the street. We try to stimulate a reflection on the technical, scientific and political function of nursing care for the street population. This paper is structured in three topics: first, we present the problem of people living in the streets of São Paulo city, characterizing their peculiarities and emphasizing ways of survival. Next, we situate the theoretical study area, discussing the health-sickness-care process and its relation with poverty, as well as nursing care. Finally, we present some final considerations.

Este ensayo trata, de manera empírica y contextual, el proceso salud-enfermedad-cuidados en su interfaz con la pobreza. Destaca la problemática de las personas que no sólo viven en la calle como también tienen allí su medio de subsistencia. Estimula la reflexión respecto al papel técnico, científico y político de enfermeros ante la acción de cuidar a ese tipo de población. El trabajo está estructurado en tres tópicos: en el primero, se presenta la problemática de los habitantes de calle en la ciudad de São Paulo (Brasil), caracterizando sus peculiaridades y destacando las formas de sobrevida. En el segundo, se sitúa el campo teórico del estudio y se discute el proceso salud-enfermedad-cuidados en su interfaz con la pobreza, además de los cuidados en el área de enfermería. Por último, en el tercer tópico, se presenta las consideraciones finales.

Esse ensaio trata de forma empírica e contextual o processo saúde-doença-cuidado na sua interface com a pobreza, enfatizando a problemática de pessoas que vivem na e da rua. Estimula a reflexão sobre o papel técnico, científico e político do(a) enfermeiro(a) frente à prestação do cuidado a essa população. Está estruturado em três tópicos: no primeiro apresenta a problemática do povo em situação de rua na cidade de São Paulo, caracterizando suas peculiaridades, destacando formas de sobrevivência. No segundo, situa o campo teórico do estudo discutindo o processo saúde-doença-cuidado e a sua interface com a pobreza, ao mesmo tempo em que traz para discussão a questão do cuidado de enfermagem. Finalmente, no terceiro, procura-se tecer as considerações finais.
Palavra-chave health
disease
empathy
nursing
homeless persons
saúde
doença
empatia
enfermagem
sem-teto
Idioma Português
Data de publicação 2005-08-01
Publicado em Revista Latino-Americana de Enfermagem. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo, v. 13, n. 4, p. 576-582, 2005.
ISSN 0104-1169 (Sherpa/Romeo)
Publicador Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo
Extensão 576-582
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0104-11692005000400017
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0104-11692005000400017 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/2643

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0104-11692005000400017.pdf
Tamanho: 40.27KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta