Estudo da morfologia renal após a oclusão da aorta abdominal infra-renal em ratos

Estudo da morfologia renal após a oclusão da aorta abdominal infra-renal em ratos

Título alternativo Study of renal morphology after infrarenal aortic cross-clamping in rats
Autor Feitosa, Eliane Alencar do Nascimento Autor UNIFESP Google Scholar
Taha, Murched Omar Autor UNIFESP Google Scholar
Fagundes, Djalma José Autor UNIFESP Google Scholar
Takiya, Cristina Maeda Google Scholar
Cardoso, Lúcio Ronaldo Google Scholar
Campos, Doris Moura Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
UFRJ Departamento de Histologia e Embriologia
UFRJ Disciplina de Nefrologia
Resumo BACKGROUND: The aim of this study was to investigate the influence of infrarenal corss-clamping in the renal tissue. METHODS: Groups of male Wistar rats (N = 60) were subjected or not to infrarenal aortic cross-clamping following or not by reperfusion according to each group: IA (sham-30 min-n = 10); IB (sham-60min-n = 10); IIA (30min of ischaemia-n = 10); IIB (60min of ischaemia-n =10); IIIA (30min of ischaemia + 30min of reperfusion-n = 10); IIIB (60min of ischaemia + 60min of reperfusionn = 10). All animals were submitted to nephrectomy. The histological analyses (descriptive and morphometry) were accomplished through conventional methodology (paraffin embedding and hematoxilylin and eosin staining). Semiquantitative analyses of tubular damage (modified structure) and intersticial edema were carried out according to an index of intensity of injury. Data was validated by applying statistical tests: Mann-Whitney, Kruskal-Wallis, Multiple Comparisons. Significance was accepted at p < 0.001. RESULTS: Occurrence of signicant tubular and intersticial damages in group III was observed. CONCLUSION: Occlusion of the infrarenal aorta in rats can lead to renal morphological effects, especially in reperfusion phase.

OBJETIVO: Relacionar as alterações morfológicas renais sob microscopia de luz, de ratos submetidos à oclusão de aorta, em modelo que simule a condição clínica de reparação cirúrgica de um aneurisma de aorta abdominal. MÉTODO: Ratos Wistar (N = 60), machos pesando entre 200 e 250g, foram distribuídos em três grupos: I (simulado); II (isquemia); III (isquemia + reperfusão); e cada grupo redistribuído em dois subgrupos: A (30 min); B (60 min). Foi realizada isquemia utilizando clamp vascular (8mm) na aorta abdominal infra-renal de acordo com o grupo estudado. Ao final de cada experimento os animais foram mortos e realizada análise histológica renal cortical e medular (descritiva e morfométrica) através de metodologia convencional (parafina-hematoxilinaeosina). A análise semiquantitativa de lesão tubular e intersticial foi realizada de acordo com o índice de lesão tubular e índice de lesão intersticial. Para a análise estatística foram aplicados os seguintes testes: Mann-Whitney, Kruskal-Wallis, Comparações múltiplas (p < 0,001). RESULTADOS: Observou-se no grupo III alterações histológicas tubulares e intersticiais significantes com relação aos outros grupos (p < 0,001). CONCLUSÕES: A oclusão da aorta abdominal infra-renal em ratos está associada a lesões estruturais renais tanto tubulares quanto intersticiais principalmente na fase de reperfusão.
Palavra-chave Morphology
Kidney
Aorta abdominal
Rats, Wistar
Morfologia
Rim
Aorta abdominal
Ratos, Wistar
Idioma Português
Data de publicação 2005-08-01
Publicado em Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões. Colégio Brasileiro de Cirurgiões, v. 32, n. 4, p. 178-182, 2005.
ISSN 0100-6991 (Sherpa/Romeo)
Publicador Colégio Brasileiro de Cirurgiões
Extensão 178-182
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0100-69912005000400004
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0100-69912005000400004 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/2612

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0100-69912005000400004.pdf
Tamanho: 133.4KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta