Estudo qualitativo da formação hipocampal de animais hipertensos com epilepsia

Estudo qualitativo da formação hipocampal de animais hipertensos com epilepsia

Título alternativo Qualitative study of hippocampal formation in hypertensive rats with epilepsy
Autor Scorza, Fulvio Alexandre Autor UNIFESP Google Scholar
Arida, Ricardo Mario Autor UNIFESP Google Scholar
Cysneiros, Roberta Monterazzo Autor UNIFESP Google Scholar
Scorza, Carla Alessandra Autor UNIFESP Google Scholar
Albuquerque, Marly de Autor UNIFESP Google Scholar
Cavalheiro, Esper Abrão Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade de Mogi das Cruzes Universidade de Mogi das Cruzes Laboratório de Neurociências
Centro Universitário São Camilo
Resumo The aim of our study was to investigate the hippocampus and dentate gyrus neuropathological features of spontaneous hypertensive rats (SHR) with epilepsy. METHOD: Animals were randomly divided into 4 groups: control Wistar, Wistar with epilepsy, control SHR and SHR with epilepsy. The pilocarpine model of epilepsy was used in this experiement. After spontaneous recurrent seizures, all animals were perfused and their brains processed for histological analysis through Nissl and neo-Timm methods. RESULTS: In the Wistar rats with epilepsy we observed cell loss in hippocampal subfields CA1, CA3 and hilus of the dentate gyrus when compared with control animals. In the SHR with epilepsy we observed hippocampal formation atrophy with ventricular dilatation. No morphological alterations were observed in SHR and Wistar control rats. The neo-Timm staining of hippocampal formation has shown supragranular sprouting in Wistar and SHR with epilepsy. CONCLUSION: We found neuropathological alterations in hippocampal formation in Wistar with epilepsy and SHR with epilepsy, suggesting that epilepsy per se or associated to hypertention are able to cause neuronal damage.

O objetivo deste estudo foi avaliar qualitativamente o hipocampo e o giro dentado de ratos espontaneamente hipertensos (SHR) com epilepsia. MÉTODO: Os animais foram divididos em 4 grupos: Wistar controle, Wistar com epilepsia, SHR controle e SHR com epilepsia. Para indução da epilepsia, utilizamos o modelo da pilocarpina. Após os animais apresentarem crises espontâneas e recorrentes, o tecido cerebral dos animais foi encaminhado para análise histológica através dos métodos de Nissl e neo-Timm. RESULTADOS: Nos animais Wistar e SHR controle submetidos à coloração de Nissl observamos a manutenção das camadas celulares da formação hipocampal. Nos animais Wistar com epilepsia verificamos intensa morte neuronal na região CA1 e CA3 do hipocampo e no hilo do giro dentado. Nos animais SHR com epilepsia verificou-se a presença de atrofia hipocampal com dilatação do sistema ventricular. A coloração de neo-Timm revelou a presença de brotamento supragranular em todos os animais com epilepsia. CONCLUSÃO: Foram encontradas alterações neuropatológicas na citoarquitetura hipocampal nos animais Wistar com epilepsia e SHR com epilepsia, demonstrando que a epilepsia isoladamente ou associadamente à hipertensão são capazes de causar destruição neuronal.
Palavra-chave epilepsy
arterial hypertension
seizure
pilocarpine
epilepsia
hipertensão arterial
crise epiléptica
pilocarpina
Idioma Português
Data de publicação 2005-06-01
Publicado em Arquivos de Neuro-Psiquiatria. Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO, v. 63, n. 2a, p. 283-288, 2005.
ISSN 0004-282X (Sherpa/Romeo)
Publicador Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO
Extensão 283-288
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-282X2005000200015
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-282X2005000200015 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/2576

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-282X2005000200015.pdf
Tamanho: 124.7KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta