Estudo refracional em crianças pseudofácicas

Estudo refracional em crianças pseudofácicas

Título alternativo Refraction study on pseudophakic children
Autor Moreno, Gerson López Autor UNIFESP Google Scholar
Tartarella, Marcia Beatriz Autor UNIFESP Google Scholar
Leal, Fernando Antonio de Macedo Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo PURPOSE: To verify the refractive alterations in eyes of children submitted to surgery with implant of intraocular lens (IOL) and to investigate prediction of biometry in these cases. METHODS: Thirty-three eyes were studied with previous measurement of visual acuity with indication for cataract surgery with implant of intraocular lens in the Outpatient Clinic of Congenital Cataract of the Federal of University of São Paulo/Paulista School of Medicine, (UNIFESP-EPM) from January, 1998 to December, 2000. After the surgery, refraction, prescription of glasses with appropriate treatment for visual stimulation of the children, and measurement of the final corrected visual acuity were performed. Final refraction, biometric accuracy and possible error factors were analyzed. RESULTS: Thirty-three surgeries in 29 children were performed. Mean follow-up time was 10.15 months ranging from 2 to 34±8.18 months. In 43% of the cases a vision equal to or grater than 20/50 was obtained. Forty-six percent of the patients presented a final refraction between +1.00 and -1.00 spherical diopters. CONCLUSION: Treatment of congenital cataract through implant of intraocular lens continues to be controversial, where long-term results are not known. A great number of patients were operated on at a late time and progressed with amblyopia and low visual acuity even after treatment with difficult access to early and adequate treatment. In spite of residual refraction the patients obtained good visual acuity. Twenty-one percent of the cases with refractive alteration with hyperopia will still have increase in their axial diameter and consequently myopia with reduction of their refraction.

OBJETIVO: Verificar as alterações refratométricas em olhos de crianças submetidas à cirurgia de catarata com implante de lente intra-ocular (LIO) e pesquisar a previsão da biometria nesses casos. MÉTODOS: Foram estudados 33 olhos com medição prévia da acuidade visual com indicação cirúrgica de catarata com implante de lente intra-ocular no Ambulatório de Catarata Congênita da Escola Paulista de Medicina - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) (UNIFESP-EPM), desde janeiro de 1998 até dezembro de 2000. No pós-operatório foi realizada a refração, prescritos os óculos com o adequado tratamento para estimulação visual da criança e a medida da acuidade visual final com a correção. Foram analisadas: refrações finais, a acurácia da biometria e os possíveis fatores de erros. RESULTADOS: Foram realizadas 33 cirurgias em 29 crianças. O seguimento teve média de 10,15 meses com variação de 2 até 34 ±8,18 meses. Em 43% dos casos obteve-se visão igual ou maior que 20/50. Quarenta e seis por cento dos pacientes apresentaram refração final entre +1,00 e -1,00 dioptrias esféricas. CONCLUSÃO: O tratamento da catarata congênita mediante implante de lente intra-ocular continua controverso, sendo que os resultados a longo prazo não são conhecidos. Número grande de pacientes foram operados tardiamente evoluindo com ambliopia e baixa acuidade visual mesmo após o tratamento devido a grande dificuldade de acesso ao tratamento adequado e precoce. Apesar da refração residual os pacientes obtiveram boa acuidade visual. Em 21% dos casos que permaneceram com alteração refratométrica com hipermetropia ainda terão aumento no seu diâmetro axial e conseqüentemente miopização com redução de sua refração.
Assunto Cataract
Cataract extraction
Lens, implantation
intraocular lens
Visual acuity
Refraction, ocular refraction
Biometry
Child
Catarata
Extração de catarata
Implante de lente intra-ocular
Acuidade Visual
Refração ocular
Biometria
Criança
Idioma Português
Data 2005-06-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Oftalmologia. Conselho Brasileiro de Oftalmologia, v. 68, n. 3, p. 373-375, 2005.
ISSN 0004-2749 (Sherpa/Romeo)
Editor Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Extensão 373-375
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27492005000300018
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-27492005000300018 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/2562

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S0004-27492005000300018.pdf
Tamanho: 76.18Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)