Rumo à regulamentação da utilização de animais no ensino e na pesquisa científica no Brasil

Rumo à regulamentação da utilização de animais no ensino e na pesquisa científica no Brasil

Título alternativo Towards a Brazilian regimentation for use of animals in teaching and in scientific research
Autor Marques, Ruy Garcia Google Scholar
Miranda, Marcos Lopes De Google Scholar
Caetano, Carlos Eduardo Rodrigues Google Scholar
Biondo-simões, Maria De Lourdes Pessole Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição FCM UERJ Departamento de Cirurgia Geral
FCM UERJ Laboratório de Cirurgia Experimental
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
UFPR Departamento de Cirurgia
PUC PR
Resumo PURPOSE: To describe the current situation of Brazilian regimentation for use of animals in teaching and in scientific research. METHODS: It was identified and discussed the legislation about the use of animals in teaching and in scientific research in Brazil and in Rio de Janeiro State. RESULTS: There is not an updated general and systematizing rule with focus on animal vivisection and experimentation, neither for didactic nor scientific purposes. The only specific law dates from 1979 and it was not regimented. More recent laws equate the practice of scientific experiments to the abuse acts and bad handling of animals, when exists alternative technology. In the city of Rio de Janeiro, vivisection practice and experimentation with animals in public veterinary institutions is forbidden since 2001. Currently, there is a substitutive in discussion at the Chamber of Deputies as a result of the evaluation of more recent law projects, representing an inestimable advance without however corresponding to a body of principles and directives that can adequately guide the question. CONCLUSION: In our country there is not regimentation for using animals in teaching and in scientific research. It becomes imperative to make lucid and realistic arrangements which can assure the continuity of the use of animals. The scientific community is ready to contribute to that purpose.

A comunidade científica brasileira clama por uma sistematização definitiva e por uma norma federal abrangente e realista, mais orientadora e reguladora, e menos sancionadora, onde a questão da pesquisa científica com animais possa ser mais bem contemplada. OBJETIVO: Descrever a situação em que se encontra a regulamentação para o uso de animais em treinamento e pesquisa científica, no Brasil. MÉTODOS: Foi identificada e discutida a legislação existente no Brasil e no Estado do Rio de Janeiro acerca da utilização de animais no treinamento e na pesquisa científica. RESULTADOS: Não existe norma geral sistematizadora atualizada referente à vivissecção e experimentação com animais, nem para fins didáticos, nem científicos. A única lei referente a esse tópico data de 1979 e não chegou a ser regulamentada. Leis mais recentes equiparam a prática de experimentos científicos aos atos de abuso e maus tratos de animais, na presença de tecnologia alternativa. No município do Rio de Janeiro, a prática de vivissecção e de experiências com animais em instituições veterinárias públicas municipais está proibida, desde 2001. Atualmente, existe um substitutivo em discussão, na Câmara Federal, resultado da avaliação de projetos de leis mais recentes, que representa um avanço inestimável, sem, contudo, corresponder a um corpo de princípios e diretrizes que possam nortear eficazmente a questão. CONCLUSÃO: Ainda não existe uma regulamentação para a utilização de animais no ensino e na pesquisa científica em nosso país. Torna-se imperativo adotar dispositivos lúcidos e realistas que garantam a continuação dessa utilização. A comunidade científica dispõe-se a contribuir explicitamente para esse objetivo.
Palavra-chave Animal Experimentation
Teaching
Scientific Research
Experimentação Animal
Ensino
Pesquisa Científica
Idioma Português
Data de publicação 2005-06-01
Publicado em Acta Cirurgica Brasileira. Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia, v. 20, n. 3, p. 262-267, 2005.
ISSN 0102-8650 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia
Extensão 262-267
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0102-86502005000300013
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0102-86502005000300013 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/2557

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0102-86502005000300013.pdf
Tamanho: 54.68KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta