Identificação do ramo externo do nervo laríngeo superior na tireoidectomia minimamente invasivo vídeo-assistida

Identificação do ramo externo do nervo laríngeo superior na tireoidectomia minimamente invasivo vídeo-assistida

Título alternativo Identification of the external branch of the superior laryngeal nerve during minimally invasive video-assisted thyroidectomy
Autor Dedivitis, Rogério Aparecido Autor UNIFESP Google Scholar
Guimarães, André V. Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade Metropolitana de Santos
Resumo The minimally invasive video-assisted thyroidectomy (MIVAT) without gas infusion is considered safe and has advantages in terms of cosmetic results compared to the conventional approach. AIM: to present our findings regarding the identification of the external branch of the superior laryngeal nerve (EBSLN) during MIVAT. STUDY DESIGN: Transversal cohort study. MATERIAL AND METHOD: twelve patients underwent hemithyroidectomy for thyroid nodular disease through MIVAT method. The upper pedicle of the thyroid was dissected under the magnified view at 0-degree five-millimeter endoscope in order to achieve the identification of EBSLN in all cases. RESULTS: We identified 10 (83.3%) EBSLN out of 12 cases. The nerve ran medially to the branches of the superior thyroid artery in 8 cases (80%) and crossed anteriorly in 2 (20%). CONCLUSIONS: We identified the EBSLN in 83.3% of the cases, whose course was medial to the branches of the superior thyroid artery in 80% and crossing anteriorly in 20%. The ligation of the upper pedicle of the thyroid can be performed under direct view of the EBSLN.

A tireoidectomia minimamente invasiva vídeo-assistida (TIMIVA) sem infusão de gás é considerada segura com vantagem estética em relação ao procedimento convencional. OBJETIVO: Apresentar os achados de identificação do ramo externo do nervo laríngeo superior (RELS) durante a TIMIVA. FORMA DE ESTUDO: Estudo de coorte transversal. CASUÍSTICA E MÉTODO: Doze pacientes foram submetidos à hemitireoidectomia por doença nodular tireoidiana. Dissecamos o pedículo vascular tireoidiano superior com o auxílio de endoscópio de cinco milímetros de zero grau visando à identificação do RELS em todos os casos. RESULTADOS: Dos 12 casos, identificamos o RELS em 10 (83,3%), sendo que o trajeto era medial aos ramos da artéria tireoidiana superior em 8 (80%) e cruzava anteriormente tais ramos em 2 (20%). CONCLUSÕES: Identificamos o RELS em 83,3% dos casos, com trajeto medial aos ramos da artéria tireoidiana superior em 80% e cruzando anteriormente tais ramos em 20%. A ligadura do pedículo superior da tireóide pode ser feita com o RELS sob visão direta.
Palavra-chave thyroidectomy
minimally invasive
video-assisted
superior laryngeal nerve
tireoidectomia
minimamente invasiva
vídeo-assistida
nervo laríngeo superior
Idioma Português
Data de publicação 2005-06-01
Publicado em Revista Brasileira de Otorrinolaringologia. ABORL-CCF Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial, v. 71, n. 3, p. 326-328, 2005.
ISSN 0034-7299 (Sherpa/Romeo)
Publicador ABORL-CCF Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial
Extensão 326-328
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0034-72992005000300010
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0034-72992005000300010 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/2537

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0034-72992005000300010.pdf
Tamanho: 100.7KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta