Validação do questionário de qualidade de vida (King's Health Questionnaire) em mulheres brasileiras com incontinência urinária

Validação do questionário de qualidade de vida (King's Health Questionnaire) em mulheres brasileiras com incontinência urinária

Título alternativo Validation of a quality of life questionnaire (King's Health Questionnaire) in Brazilian women with urinary incontinence
Autor Fonseca, Eliana Suelotto Machado Autor UNIFESP Google Scholar
Camargo, Adriana Luciana Moreno Autor UNIFESP Google Scholar
Castro, Rodrigo de Aquino Autor UNIFESP Google Scholar
Sartori, Marair Gracio Ferreira Autor UNIFESP Google Scholar
Fonseca, Marcelo Cunio Machado Autor UNIFESP Google Scholar
Lima, Geraldo Rodrigues De Autor UNIFESP Google Scholar
Girão, Manoel João Batista Castello Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo PURPOSE: the proposal of the present study was to translate and to validate King's Health Questionnaire (KHQ) for Brazilian women with urinary incontinence. METHODS: a hundred and thirty-four patients with urinary incontinence, confirmed by urodynamic study, were enrolled from the outpatient clinic of Uroginecology. Initially, we translated the KHQ into the Brazilian Portuguese language in agreement with international criteria. Due to language and cultural differences we performed a cultural, structural, conceptual, and semantic adaptation of the KHQ, in order to make sure that patients were able to fully understand the questions. All patients answered the KHQ twice on the same day, within an interval of 30 min, applied by two different interviewers. After 7 to 14 days, on a second visit, the questionnaire was applied again. Reliability (intra- and interobserver internal consistency), construct and discriminative validity were tested. RESULTS: several cultural adaptations were necessary until we reached the final version. The intra-observer internal consistency (alpha of Cronbach) of the several dimensions varied from moderate to high (0.77-0.90), and the interobserver internal consistency varied from 0.66 to 0.94. Moderate to strong correlation was detected among the specific KHQ urinary incontinence dominions and clinical urinary incontinence manifestations known to affect the quality of life of these patients. CONCLUSION: KHQ was adapted to the Portuguese language and to the Brazilian culture, showing great reliability and validity. It should be included and used in any Brazilian urinary incontinence clinical trial.

OBJETIVO: a proposta deste estudo foi traduzir e validar o King's Health Questionnaire (KHQ) para mulheres brasileiras com incontinência urinária. MÉTODOS: 134 pacientes com incontinência urinária, confirmada pelo estudo urodinâmico, foram recrutadas em ambulatório de Uroginecologia. Inicialmente, traduzimos o questionário KHQ para a língua portuguesa (do Brasil) de acordo com critérios internacionais. Devido às diferenças da língua, fizemos a adaptação cultural, estrutural, conceitual e semântica do KHQ, para que as pacientes compreendessem as questões. Todas as pacientes responderam duas vezes o KHQ, no mesmo dia, com dois entrevistadores distintos, com intervalo de 30 minutos de uma entrevista para a outra. Depois de 7 a 14 dias, a aplicação do questionário foi repetida numa segunda visita. Foram testadas a confiabilidade (consistência interna intra e inter-observador) e validade do constructo e discriminativa. RESULTADOS: foram necessárias várias adaptações culturais até obtermos a versão final. A consistência interna intra-observador (alfa de Cronbach) das diversas dimensões oscilou de moderada a alta (0,77-0,90) e a consistência interna inter-observador oscilou de 0,66 a 0,94. Na validação do constructo, obtivemos correlação de moderada a forte entre os domínios específicos para incontinência urinária e manifestações clínicas que, sabidamente, afetam a qualidade de vida dessas pacientes. CONCLUSÃO: o KHQ foi adaptado ao idioma português e para a cultura brasileira, mostrando grande confiabilidade e validade, devendo ser incluído e utilizado em qualquer estudo brasileiro de incontinência urinária.
Palavra-chave Urinary incontinence
Quality of life
Questionnaires
Women's health
Validity
Incontinência urinária
Qualidade de vida
Questionários
Saúde da mulher
Validade
Idioma Português
Data de publicação 2005-05-01
Publicado em Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia. Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia, v. 27, n. 5, p. 235-242, 2005.
ISSN 0100-7203 (Sherpa/Romeo)
Publicador Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia
Extensão 235-242
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0100-72032005000500002
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0100-72032005000500002 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/2513

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0100-72032005000500002.pdf
Tamanho: 182.5KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta