Qualidade de vida e sintomas depressivos em residentes de enfermagem

Qualidade de vida e sintomas depressivos em residentes de enfermagem

Título alternativo Quality of life and depressive symptoms in nursing residents
Calidad de vida y sintomas depresivos en residentes de enfermería
Autor Franco, Gianfábio Pimentel Autor UNIFESP Google Scholar
Barros, Alba Lucia Bottura Leite de Autor UNIFESP Google Scholar
Nogueira-Martins, Luiz Antonio Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul
Resumo This study aimed to evaluate quality of life and prevalence of dysphoria/depressive symptoms in nursing residents at a medical school in São Paulo, Brazil. An exploratory, descriptive and cross-sectional study was carried out, involving 68 nursing residents from the first and second year of residency from all specialty areas, by applying the Brazilian version of the quality of life questionnaire SF-36 (Medical Outcomes Study 36 - Item Short-Form Health Survey) and the Brazilian Version of the Beck Depression Inventory (BDI). Aspects related to quality of life were at risk in the mental component of SF-36: emotional aspects, vitality and mental health. Dysphoria/depression were found in 27.9% of the nursing residents.

El objetivo de este estudio fue evaluar la calidad de vida y la prevalencia de disforia/síntomas depresivos en los residentes de enfermería de una escuela de Medicina en São Paulo, Brasil. Este es un estudio exploratorio, descriptivo y transversal con 68 Residentes de Enfermería del primer y segundo año de residencia de todas las áreas de especialidad, por medio de la aplicación de la versión brasileña del instrumento de calidad de vida SF-36 (Medical Outcomes Study 36 - Item Short-Form Health Survey) y de la versión brasileña del Inventario de Depresión de Beck (IDB). Los aspectos relacionados a calidad de vida se mostraron comprometidos en el componente mental de la SF-36: aspectos emocionales, vitalidad y salud mental. Observamos prevalencia de disforia/depresión en el 27,9%.

O objetivo deste estudo foi avaliar a qualidade de vida e a prevalência de disforia/sintomas depressivos nos residentes de enfermagem de uma Escola Paulista de Medicina. Trata-se de um estudo exploratório, descritivo e transversal com 68 residentes de enfermagem do primeiro e do segundo ano de residência de todas as áreas de especialidade, através da aplicação da versão brasileira do questionário de qualidade de vida SF-36 (Medical Outcomes Study 36 - Item Short-Form Health Survey) e da versão brasileira do Inventário de Depressão de Beck (IDB). Os aspectos relacionados à qualidade de vida mostraram-se comprometidos no componente mental do SF-36: aspectos emocionais, vitalidade e saúde mental. Houve prevalência de disforia/depressão em 27,9% dos residentes de enfermagem.
Palavra-chave depression
quality of life
nursing
depressão
qualidade de vida
enfermagem
Idioma Português
Data de publicação 2005-04-01
Publicado em Revista Latino-Americana de Enfermagem. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo, v. 13, n. 2, p. 139-144, 2005.
ISSN 0104-1169 (Sherpa/Romeo)
Publicador Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo
Extensão 139-144
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0104-11692005000200002
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0104-11692005000200002 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/2478

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0104-11692005000200002.pdf
Tamanho: 43.15KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta