Estudo pHmétrico esofágico de oito horas em pacientes pediátricos com suspeita de refluxo gastroesofágico

Estudo pHmétrico esofágico de oito horas em pacientes pediátricos com suspeita de refluxo gastroesofágico

Título alternativo Esophageal ph monitoring study of eight hours in pediatric patients with suspected gastroesophageal reflux
Autor Carneluti, Ricardo Autor UNIFESP Google Scholar
Martins, Jose Luiz Autor UNIFESP Google Scholar
Cury, Edson Khodor Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo PURPOSE: To study the pH monitoring over eight hours, analyzing variables such symptomatology and esophagogastroduodenoscopy, as well as the following pH monitoring parameters: number of reflux episodes, number of episodes longer than five minutes, length of reflux time during the eight hours, and the episode of longest duration, for the diagnosis of gastroesophageal reflux. METHODS: A prospective study. Continuous measurement of esophageal pH was performed over eight hours on 35 patients whose ages ranged from four months to 11 years. The DPS-100 Diagnosis pH meter System was utilized, programmed in accordance with the methodology suggested by Vandenplas. The pH monitoring results were divided into positive and negative and compared with all the variables and parameters of the examination. RESULTS: We obtained statistically significant differences in all the pH monitoring parameters analyzed, with the reflux index being the most effective for identifying the pathological reflux, independent of age. None of the qualitative variables of age, symptomatology and esophagogastroduodenoscopy showed statistically significant differences when compared to the pH monitoring results. CONCLUSION: The esophageal pH monitoring of eight hours has its pH monitoring parameters validated for the diagnosis of gastroesophageal reflux.

OBJETIVO: Estudar a pHmetria em oito horas, analisando variáveis como a idade, sintomatologia e esôfago-estômago-duodenografia, além dos seguintes parâmetros pHmétricos: número de episódios de refluxo, número de episódios maiores de cinco minutos, tempo de refluxo nas oito horas e episódio de maior duração, para o diagnóstico do refluxo gastroesofágico. MÉTODO: Estudo prospectivo realizado com a medição contínua do pH esofágico em oito horas em 35 pacientes, de quatro meses a 11 anos de idade. Foi utilizado aparelho de pHmetria DPS-100 Diagnosis pHmeter System com programa de acordo com a metodologia sugerida por Vandenplas e comparados com todas as variáveis e parâmetros do exame. RESULTADOS: Obtivemos diferença estatisticamente significante em todos os parâmetros pHmétricos analisados, com o índice de refluxo sendo o mais efetivo para identificar o refluxo patológico, independente da idade. Todas as variáveis qualitativas, idade, sintomatologia e esôfago-estômago-duodenografia, não mostraram diferenças estatisticamente significantes quando relacionados aos resultados da pHmetria. CONCLUSÃO: Concluímos que a pHmetria esofágica de oito horas tem seus parâmetros pHmétricos válidos para o diagnóstico do refluxo gastroesofágico.
Palavra-chave Gastroesophageal reflux
Refluxo Gastroesofágico
Idioma Português
Data de publicação 2005-04-01
Publicado em Acta Cirurgica Brasileira. Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia, v. 20, n. 2, p. 116-120, 2005.
ISSN 0102-8650 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia
Extensão 116-120
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0102-86502005000200003
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0102-86502005000200003 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/2470

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0102-86502005000200003.pdf
Tamanho: 65.55KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta