O enfoque problematizador na formação de profissionais da saúde

O enfoque problematizador na formação de profissionais da saúde

Título alternativo Problem-solving approach in the training of healthcare professionals
Autor Batista, Nildo Alves Autor UNIFESP Google Scholar
Batista, Sylvia Helena Souza da Silva Autor UNIFESP Google Scholar
Goldenberg, Paulete Autor UNIFESP Google Scholar
Seiffert, Otília Autor UNIFESP Google Scholar
Sonzogno, Maria Cecília Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo OBJECTIVE: To discuss the problem-solving approach in the training of healthcare professionals who would be able to act both in academic life and in educational practices in services and communities. METHODS: This is an analytical description of an experience of problem-based learning in specialization-level training that was developed within a university-level healthcare education institution. The analysis focuses on three perspectives: course design, student-centered learning and the teacher's role. RESULT: The problem-solving approach provided impetus to the learning experience for these postgraduate students. There was increased motivation, leadership development and teamworking. This was translated through their written work, seminars and portfolio preparation. The evaluation process for these experiences presupposes well-founded practices that express the views of the subjects involved: self-assessment and observer assessment. The impact of this methodology on teaching practices is that there is a need for greater knowledge of the educational theories behind the principles of significant learning, teachers as intermediaries and research as an educational axiom. CONCLUSIONS: The problem-solving approach is an innovative response to the challenges of training healthcare professionals. Its potential is recognized, while it is noted that educational innovations are characterized by causing ruptures in consolidated methods and by establishing different ways of responding to demands presented at specific moments. The critical problems were identified, while highlighting the risk of considering this approach to be a technical tool that is unconnected with the design of the teaching policy. Experiences and analyses based on the problem-solving assumptions need to be shared, thus enabling the production of knowledge that strengthens the transformation of educational practices within healthcare.

OBJETIVO: Discutir o enfoque problematizador para formação de profissionais de saúde que possam atuar tanto na docência como nas práticas educativas nos serviços e comunidade. MÉTODOS: Descrição analítica de experiência formativa problematizadora em nível de especialização desenvolvida em instituição de ensino superior no campo da saúde, focalizando-se três perspectivas de análise: a construção do curso, o aluno como centro do processo de aprendizagem e o papel docente. RESULTADO: O enfoque problematizador mobilizou os especializandos em seus processos de aprendizagem, estabelecendo-se movimentos de motivação, desenvolvimento de lideranças e trabalho em grupo, traduzidos em trabalhos escritos, seminários e elaboração de portfólio. O processo avaliativo dessas experiências pressupõe práticas fundadas que articulem os olhares dos sujeitos envolvidos: auto-avaliação e heteroavaliação. O impacto dessa metodologia, no que se refere às práticas docentes, demanda aprofundamento sobre teorias educacionais que respaldem os princípios da aprendizagem significativa, da função docente mediadora e da pesquisa como princípio educativo. CONCLUSÕES: O enfoque problematizador apresenta-se como resposta inovadora frente a desafios presentes na formação de profissionais da saúde. Seu potencial é reconhecido, ressaltando que inovações educacionais se caracterizam por provocar rupturas com o consolidado e instauram modos distintos de responder às demandas que se apresentam num determinado momento. Foram identificados os nós críticos, destacando-se o risco de tomá-las como instrumentos técnicos, desvinculados de um projeto político-pedagógico. Experiências e análises inspiradas nos pressupostos problematizadores precisam ser partilhadas, viabilizando a produção de um conhecimento que fortaleça a transformação das práticas educativas em saúde.
Palavra-chave Health occupations
Problem-based learning
Health education
Training
Ocupações em saúde
Aprendizagem baseada em problemas
Educação em saúde
Capacitação
Idioma Português
Data de publicação 2005-04-01
Publicado em Revista de Saúde Pública. Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo, v. 39, n. 2, p. 231-237, 2005.
ISSN 0034-8910 (Sherpa/Romeo)
Publicador Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Extensão 231-237
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102005000200014
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0034-89102005000200014 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/2464

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0034-89102005000200014.pdf
Tamanho: 46.76KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta