Participação de células B-1 na rejeição de aloenxertos no camundongo

Participação de células B-1 na rejeição de aloenxertos no camundongo

Título alternativo Participation of B-1 cells in the rejection of allografts in mice
Autor Martins, Mauro Fantini Nogueira Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Mariano, Mario Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Microbiologia e imunologia - São Paulo
Resumo Na ausência de estímulo antigênico, células B-1 são importantes produtoras de anticorpos naturais em camundongos e humanos e são consideradas como a primeira linha de defesa contra patógenos. Por causa disso, o papel dessas células em respostas imunes mediadas por células T é comumente negligenciado. No entanto recentemente foram descritas participações de células B-1 nas hipersensibilidades tardia e imediata. O presente trabalho verificou o papel de células B-1 na rejeição aguda de aloenxertos no camundongo, um processo orquestrado por células T. Para tal, foram transplantados coração e pele alogênicos para camundongos selvagens e camundongos deficientes em células B-1. A cinética de rejeição, as células infiltrantes no enxerto e a migração de células B-1 foram analisadas. Foi observado um atraso na cinética de rejeição do camundongo deficiente em células B-1, quando comparado com o camundongo selvagem. A transferência adotiva de células B-1 eliminou tal atraso. A sobrevida estendida do enxerto foi concomitante com menos células T CD8+ e mais mastócitos infiltrantes no enxerto. Células B-1 foram encontradas infiltrando o enxerto poucos dias após os transplantes. Os resultados deste trabalho mostram que há uma participação de células B-1 na rejeição aguda de aloenxertos e colaboram para o entendimento da biologia dessas células.

B-1 B cells are important producers of natural antibodies in mice and humans and, therefore, are considered as the first line of defense against pathogens. Because of that, their role in T-cell mediated immune responses is commonly underrated. However, recent studies have described the participation of B-1 cells in immediate and delayed-type hypersensitivity. The present work assessed the role of B-1 cells in the rejection of allografts in mice, an immune reaction mainly orchestrated by T cells. We have transplanted allogeneic skin and heart to wild-type and B-1 cell-deficient mice, and followed rejection kinetics. Skin graft-infiltrating cells were analyzed by flow cytometry. We observed a delay in rejection kinetics of B-1 cell-deficient mice when compared to wild-type mice. Adoptive transfer of B-1 cells into B-1 cell-deficient mice abrogated this delay. The longer survival observed in the absence of B-1 cells correlated with less CD8+ T cells infiltrating the grafts, as well as with more mast cells. Collectively, our results show the participation of B-1 cells in the allograft rejection process in mice, thus collaborating to the understanding of B- 1 cell biology.
Palavra-chave Linfócitos B
Rejeição de enxerto
Inflamação
Mastócitos
Linfócitos T
Idioma Português
Financiador Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Data de publicação 2009
Publicado em MARTINS, Mauro Fantini Nogueira. Participação de células B-1 na rejeição de aloenxertos no camundongo. 2009. 112 f. Tese (Doutorado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2009.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 112 f.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/24527

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-24527.pdf
Tamanho: 4.865MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta