Teste do degrau de 4 minuto: relação entre dessaturação do oxigênio e sobrevida na fibrose pulmonar idiopática

Teste do degrau de 4 minuto: relação entre dessaturação do oxigênio e sobrevida na fibrose pulmonar idiopática

Título alternativo Oxygen desaturation during a 4-minute step test:predicting survival in idiopathic pulmonary fibrosis
Autor Stephan, Samia Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Pereira, Carlos Alberto de Castro Autor UNIFESP Google Scholar
Pós-graduação Medicina (pneumologia) - São Paulo
Resumo O objetivo deste estudo foi avaliar a capacidade de a dessaturação do oxigênio ao final do teste do degrau de 4 minutos predizer a sobrevida nos pacientes com fibrose pulmonar idiopática (FPI). Foram avaliados 59 pacientes de dois centros especializados em doenças intersticiais pulmonares (DIP) com média de idade de 67 anos, em estudo observacional longitudinal. O diagnóstico de FPI foi baseado em biópsia pulmonar cirúrgica (n=17) ou em critérios clínico-tomográficos (n=42). Foram analisadas as correlações entre a sobrevida e SpO2 em repouso, a SpO2 ao final do teste do degrau de 4 minutos, o índice basal de dispnéia e, porcentagens do predito da capacidade vital forçada (CVF) e porcentagens do predito da difusão de monóxido de carbono (DCO). Todos se apresentaram como importantes preditores de mortalidade. A dessaturação igual ou inferior a 89 por cento apresentou risco relativo de 2,39 para a mortalidade na FPI (CI 95 por cento,1,16-3,63;p<0,0001). Em pacientes com tal dessaturação, a sobrevida de 4 anos foi de 39 por cento, comparado com 96 por cento daqueles em que não houve dessaturação. A DCO<45 por cento do predito apresentou um risco relativo de 2,23 (CI 95 por cento,0,73-3,71; p<0,0001). Em uma análise multivariada de Cox, somente a SpO2 ao final do teste do degrau de 4 minutos permaneceu estatisticamente significante (p<0,0001). Quando a análise foi repetida incluindo a DCO com um ponto de corte de 45 por cento (40 pacientes), tanto a SpO2 quanto a DCO se apresentaram estatisticamente significantes (p<0,05). A média de sobrevida geral foi de 58 meses (CI 95 por cento, 49-67 meses). Nessa análise, tabagismo, estertores e baqueteamento digital não demonstraram correlação com a sobrevida. Concluindo, a dessaturação de oxigênio igual ou inferior a 89 por cento ao final do teste do degrau de 4 minutos é um forte preditor de mortalidade nos pacientes com fibrose pulmonar idiopática.

The aim of this study was to assess the value of measuring oxygen desaturation for predicting survival in idiopathic pulmonary fibrosis (IPF) patients. A total of 59 patients from two outpatient clinics specializing in interstitial lung diseases (ILD) with mean age of 67 years were analyzed on a longitudinal observational study. The diagnosis of IPF was based on surgical lung biopsy (n=17) or on clinical and tomographic data (n=42). We performed correlations between SpO2 on rest and after the 4-minute step test, dyspnea score (Mahler Dyspnea Index), as well as percent of predicted forced vital capacity (% CVF) and percent of predicted diffusing capacity for carbon monoxide (%DLCO) with the survival of these patients. All of them were found to be significant predictors of mortality. Desaturation to 89% or less correlated with a hazard ratio of 2.39 for IPF mortality (95% CI,1.16-3.63;p<0.0001). In patients with such desaturation, four-year survival was39%, compared to 96% in those with no desaturation. A DLCO <45% of predicted correlated with a hazard ratio of 2.23 (95% CI, 0.73-3.71;p<0.0001).In a multivariate Cox analysis, only SpO2 during stepping remained significant (p<0.0001). When the analysis was repeated with a 45% cut-off point (40 patients) and including DLCO, both SpO2 and DLCO, remained significant (p<0.05). The overall median survival was 58 months (95% CI, 49-67 months). Smoking habit, dyspnea, fine crackles and digital clubbing do not correlated with survival. Concluding, post-step test desaturation to 89% or less is a strong predictor of mortality in IPF patients.
Palavra-chave Fibrose Pulmonar
Oximetria
Teste de Esforço
Exercício
Idioma Português
Data de publicação 2007
Publicado em STEPHAN, Samia. Teste do degrau de 4 minuto: relação entre dessaturação do oxigênio e sobrevida na fibrose pulmonar idiopática 2007. 62 p. Dissertação (Mestrado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2007.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 62 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/24451

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-24451.pdf
Tamanho: 703.3KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta