A integração escola-serviço-comunidade no processo de formação médica, a partir da ótica dos docentes

A integração escola-serviço-comunidade no processo de formação médica, a partir da ótica dos docentes

Título alternativo School-service-community integration in the medical education process: an analises from the professor'perspectives
Autor Araújo, Jucineide Vieira Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Seiffert, Otilia Maria Lúcia Barbosa Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Ensino em Ciências da Saúde – São Paulo
Resumo As Diretrizes Curriculares para os Cursos de Medicina (2001) estabelecem a necessidade de inserir o aluno precocemente em atividades práticas relevantes para a sua futura vida profissional, mobilizando as escolas médicas brasileiras a repensar e reformular seus projetos políticos pedagógicos. A aproximação gradual à comunidade e aos serviços representa uma estratégia fundamental para a reversão da estrutura tradicional de ensino, exigindo compromisso da instituição formadora com o Sistema Único de Saúde e as questões socioculturais das comunidades. O objetivo desta pesquisa é investigar a integração ensino-serviço na graduação médica, na perspectiva dos docentes do Curso de Medicina da UFRR, no exercício de uma prática generalista da profissão. A metodologia de estudo compreende uma pesquisa bibliográfica sobre o ensino médico no Brasil, as metodologias inovadoras, as políticas públicas para o ensino superior de graduação em saúde e a relação entre universidade e serviços de saúde e uma análise documental, tendo como principais materiais o Projeto Político Pedagógico da UFRR e programas das disciplinas e atividades que contemplam a inserção do aluno em cenários da prática médica. A produção científica inicialmente analisada e os dados do Curso de Medicina da UFRR sinalizam os desafios de: integrar os saberes significativos da formação do médico; promover uma real integração entre formação e os serviços de saúde, superando a mera utilização formal dos espaços comunitários; favorecer ao aluno a vivência e aprendizagem em situações variadas de vida, da organização da prática profissional e do trabalho em equipe multiprofissional; oferecer ao aluno uma visão interdisciplinar do cuidado à saúde; e formar pedagogicamente os agentes envolvidos nos diferentes processos da formação. Assim, a inserção do aluno em cenários de atenção à saúde deve ser feita na perspectiva de um construtor da qualidade do ato médico, educando e educador, ouvinte e falante, questionador e propositor.

The Medical School Curriculum guidelines (2001) establish the need to early insert the student into practical activities relevant for his/her professional life, mobilizing the Brazilian medical schools to rethink and to reformulate their pedagogic political projects. The gradual approach (ing ) to the community and (the) services represents a fundamental strategy to revert the traditional structure of teaching, demanding high commitment with the Health Unique System from the teaching institution and also engagement with social and cultural issues related to the communities. The aim of this research is to investigate the teaching-service relationship in the medical graduation course, from UFRR teaching staff ´s point of view, in a generalist practice of the career. The methodology included a bibliographical research on the medical education, in Brazil, the innovative methodologies, the public policies for higher education in health and the relationship between university and health services and also a documental analysis, based on the Pedagogic Political Project of UFRR and the programs of the disciplines and the activities contemplating the student's insertion into the scenarios of medical practice. The initially analyzed scientific production and the data collected from the UFRR- Medical Course signalize the following challenges: to integrate the significant knowledge of the doctor's formation; to promote a real integration between graduation and health services, overcoming the simple formal use of the community spaces; to give the student the opportunity to know and learn when facing different situations of life, such as, organization of the professional practice and multi-professional team work; offering the student an interdisciplinary vision of health care; and to form pedagogically the individuals involved in different processes of graduation. Thus, the student's insertion into health situations must be performed from the following point of views: student and professor, listener and speaker, and from the one who argues and the one who proposes.
Palavra-chave Aprendizagem
Aprendizagem Baseada em Problemas
Educação Médica
Idioma Português
Data de publicação 2008
Publicado em ARAÚJO, Jucineide Vieira. A Integração Escola-Serviço-Comunidade no Processo de Formação Médica, a partir da ótica dos docentes. 2008. 133 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Ensino em Ciências da Saúde) - Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo. São Paulo, 2008.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 133 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/24320

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Tese-11227a.pdf
Tamanho: 699KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Tese-11227b.pdf
Tamanho: 56.78KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta