Quimioprevenção pelo celecoxibe no adernocarcinoma gástrico, induzido por refluxo, em ratos Wistar, submetidos à gastrojejunostomia

Quimioprevenção pelo celecoxibe no adernocarcinoma gástrico, induzido por refluxo, em ratos Wistar, submetidos à gastrojejunostomia

Título alternativo Chemoprevention by colecoxib in reflux-induced gastric adenocarcinoma, in Wistar rats that underwent gastrojejunostomy
Autor Rocha, Frederico Theobaldo Ramos Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Lourenço, Laercio Gomes Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: Avaliar a quimioprevenção pelo celecoxibe no adenocarcinoma gástrico, induzido por refluxo, em ratos Wistar, submetidos à gastrojejunostomia. Métodos: Sessenta ratos machos Wistar, com média de idade de 3 meses, peso médio de 300g foram operados e distribuídos em 3 grupos: Grupo 1, constituído de 10 animais que foram submetidos à laparotomia exploradora. Grupo 2, constituído de 25 animais que foram submetidos à gastrojejunostomia. Grupo 3, constituído de 25 animais que foram submetidos à gastrojejunostomia e que tomaram celecoxibe (10 mg/kg/dia). Após urn período de 53 semanas de observação, os animais foram sacrificados. As alterações microscópicas na mucosa do corpo gástrico dos animais do grupo 1 e na anastomose gastrojejunal dos animais dos grupos 2 e 3, observadas no exame histopatológico (Hematoxilina-Eosina) e Imuno-histoquímica, foram comparadas. 0 estudo estatí8stico (freqüências das variáveis e análises de associações entre os grupos 2 e 3) foi realizado pelo programa Epi Info®, versão 3.4.3. Resultados: Nos animais do grupo 1 não foram observadas lesões inflamatórias e metaplásicas, displásicas ou neoplásicas (adenocarcinomas). Nos animais do grupo 2, observaram-se lesões inflamatórias e metaplásicas em 12 casos (48%), displásicas em 3 casos (12%) e adenocarcinomas em 10 casos (40%). Nos animais do grupo 3, observaram-se lesões inflamatórias e metaplásicas em 24 casos (96%) e urn adenocarcinoma (4%). Todos os adenocarcinomas eram do tipo bem diferenciado. Observou-se expressão para ciclooxigenase-2 em 9 de 11 casos (81,8%) nos adenocarcinomas, em 1 de 3 casos (33,3%) nas displásias e em 4 de 36 casos (11,1%) nas lesões inflamatórias e metaplásicas. Na análise de associação entre os grupos 2 e 3 com relação a presença de adenocarcinoma gástrico, observou-se uma diferença estatística significante (p=0,0023). Na análise de associação entre os grupos 2 e 3 com relação à expressão da ciclooxigenase-2, também se observou diferença estatística significante (p=0,0018). Na análise de associação entre a expressão da ciclooxigenase-2 e 0 adenocarcinoma gástrico nos grupos 2 e 3, também se observou uma diferença estatística significante entre os adenocarcinomas que expressaram ciclooxigenase-2 em relação aos que não expressaram (p=0,000034). Conclusão: 0 celecoxibe teve efeito inibidor da carcinogênese gástrica, induzida pelo refluxo êntero-gástrico em modelo animal..
Palavra-chave Adenocarcinoma
Estômago
Quimioprevenção
Inibidores de ciclo-oxigenase
Idioma Português
Data de publicação 2008
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2008. 101 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 101 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/24203

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta