Qualidade seminal e aspectos funcionais dos espermatozóides de pacientes com lesão medular

Qualidade seminal e aspectos funcionais dos espermatozóides de pacientes com lesão medular

Título alternativo Semen quality and sperm function in spinal cord injuried patients
Autor Restelli, Adriana Ester Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Cedenho, Agnaldo Pereira Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivos: Comparar homens com lesão medular e homens hígidos, férteis e sem lesão medular quanto a qualidade seminal, a atividade mitocondrial dos espermatozóides e a taxa de fragmentação apoptótica do DNA nuclear dos espermatozóides e verificar se a qualidade seminal e função dos espermatozóides dos pacientes com lesão medular difere de acordo com 0 método de colheita. Método: Foi realizado um estudo prospectivo. 0 grupo controle foi constituido de 30 homens que tenham atingido a paternidade nos 2 anos anteriores e 0 grupo de estudo foi composto por 22 pacientes com lesão medular e com anejaculação. A faixa etária entre os grupos variou de 17 a 44 anos. 0 critério de exclusão para 0 grupo controle foi a presença de leucocitospermia, segundo os critérios da Organização Mundial da Saúde (OMS, 1999). As amostras do grupo controle foram obtidas por masturbação após um período de 2 a 7 dias de abstinência ejaculatória, e as amostras do grupo de estudo foram obtidas através de estimulação vibratória peniana (EVP) ou eletroejaculação (EEJ); e em seguida analisadas segundo os critérios da OMS (1999) e a morfologia de acordo com o critério estrito de Kruger (1986). Duas alíquotas das amostras foram retiradas para avaliação da fragmentação apoptótica do DNA dos espermatozóides pela técnica do TUNEL e para avaliação da atividade mitocondrial dos espermatozóides através da reação com 3,3'- diaminobenzidina (DAB). Quanto a análise da fragmentação do DNA, as células foram classificadas como TUNEL + (com DNA fragmentado) ou TUNEL­(DNA íntegro). Na análise da atividade mitocondrial, as células foram classificadas como: DAB classe I (todas as mitocondrias ativas), DAB classe II (mais de 50% das mitocondrias ativas), DAB classe III (menos de 50% das mitocondrias ativas) e DAB classe IV (todas as mitocondrias inativas). Tanto a fragmentação do DNA quanto a atividade mitocondrial dos espermatozóides foram avaliadas sob microscopia de contraste de fase, no mínimo 200 células foram contadas e as porcentagens calculadas. Para comparar os valores de ambos os grupos foi utilizado teste T de Student para amostras não-pareadas. Foi adotado um a de 5%. Resultados: Não houve diferença quanto a idade entre os pacientes de ambos os grupos. Na análise seminal convencional, 0 grupo de estudo apresentou valores menores de volume ejaculado, espermatozóides com motilidade progressiva e morfologia e valores mais altos de células redondas, neutrófilos e espermatozóides imóveis. 0 grupo de estudo ...(au).
Palavra-chave Traumatismos da medula espinal
Espermatozoides
Fragmentação do DNA
Mitocôndrias/metabolismo
Infertilidade
Idioma Português
Data de publicação 2006
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2006. 70 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 70 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/24185

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta