Associação da espessura do complexo intimal-medial da artéria carótida com fatores de risco cardiovascular em mulheres pre e pós-cirurgia bariátrica

Associação da espessura do complexo intimal-medial da artéria carótida com fatores de risco cardiovascular em mulheres pre e pós-cirurgia bariátrica

Título alternativo Association of carotid intima-media thickness and cardiovascular risk factors in women pre and post bariatric surgery
Autor Sarmento, Priscilla Lopes da Fonseca Abrantes Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Ajzen, Sergio Aron Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Medicina (radiologia clínica) - São Paulo
Resumo Objetivos: avaliar a influência da perda de peso na espessura do complexo intimalmedial carotídeo (CIM-C) e a variação da espessura do CIM-C de acordo com a modificação dos fatores de risco cardiovascular decorrente da cirurgia bariátrica. Métodos: dezoito mulheres (idade média de 44,1 ± 9,8 anos e o IMC médio de 44,3±6,4 kg/m2 ), submetidas à cirurgia bariátrica, participaram do estudo. As avaliações foram feitas no período basal e após 3,6 e 12 meses de pós-operatório. Os FRCVs analisados foram: nível de colesterol total,nível de lipoproteína de alta densidade do colesterol(HDL-C), relação triglicérides/ HDL-C (TG/HDL-C) conhecido como índice aterogênico do plasma, glicemia de jejum, bem como comorbidades outras como hipertensão arterial e tabagismo. O CIM-C foi medido pelo método não invasivo através da ultra-sonografia modo B. Resultados: na avaliação basal, baixo nível de HDL-C foi encontrado em 55,6%, altos níveis de colesterol total em 50% e altos níveis de triglicérides em 33,4%. Houve correlação significativa entre o CIM-C com a idade e com a trigliceridemia (r =0,67, p=0,002 e r=0,56, p=0,02 respectivamente) Seis meses após a cirurgia, observamos redução significante do CIM-C (p<0,05) que mostrou correlação significativa com a trigliceridemia e com a pressão arterial (p<0,05). Conclusão: os resultados deste estudo sugerem que a perda de peso obtida com a cirurgia bariátrica é acompanhada pela regressão do CIM-C, um marcador precoce da aterosclerose e essa regressão pode ser evidenciada após 6 meses da cirurgia, com benefício adicional em 12 meses.

Purpose: to correlate CIM-C thickness with the CVRFs before the surgery (baseline data) and after the surgery, and to observe whether the weight loss is followed by a regression of CIM-C thickness. Methods: eighteen women (mean age: 44.1 ± 9.8 years and mean BMI: 4.3±6.4kg/m2 ) submitted to bariatric surgery participated in this study. The assessments were performed in the baseline period and 3, 6 and 12 months after the surgery. The analyzed CVRFs were: total cholesterol level; high-density lipoprotein cholesterol (HDL-C) level; relation between triglycerides and HDL-C (TG/HDL-C) - also known as atherogenic index of plasma; fasting glycemia; as well as other comorbidities, such as blood pressure arterial and smoking habit. CIM-C was measured through a non-invasive method: B-mode ultrasound system. Results: in the baseline assessment, low level of HDL-C was found in 55,6%, elevated total cholesterol in 50% and hypertriglyceridemia in 33.4%, and a positive correlation was found between CIM-C and age and triglyceridemia (r =0.67, p=0.002 and r=0.56, p=0.02, respectively). Six months after the surgery, we found a significant reduction of CIM-C (p<0.05), which presented a positive correlation with triglyceridemia and systolic pressure (p<0.05). Conclusion: the results from this study suggest the weight loss achieved through bariatric surgery is followed by the regression of CIM-C, an indicator of early atherosclerosis. This regression may be evidenced 6 months, with additional benefits 12 months after the surgery.
Palavra-chave Ultrassonografia
Artérias Carótidas
Sistema Cardiovascular
Fatores de Risco
Cirurgia Bariátrica
Idioma Português
Data de publicação 2008
Publicado em SARMENTO, Priscilla Lopes da Fonseca Abrantes. Associação da espessura do complexo intimal-medial da artéria carótida com fatores de risco cardiovascular em mulheres pre e pós-cirurgia bariátrica. 2008. 62 f. Dissertação (Mestrado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2008.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 62 f.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/24174

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-24174.pdf
Tamanho: 1.293MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta