O efeito da administração da HSP65 de Mycobacterium leprae na progressão do lúpus eritematoso sistêmico murino

O efeito da administração da HSP65 de Mycobacterium leprae na progressão do lúpus eritematoso sistêmico murino

Título alternativo Effect of Mycobacterium leprae HSP65 administration in murine erythematosus systemic progression
Autor Marengo, Eliana Blini Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Sant'Anna, Osvaldo Augusto Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo A família de proteínas de choque térmico de 60 kDa [Hsp60] e abundante em células de procariotos e eucariotos, altamente conservadas evolutivamente, e participam de diversas etapas nos processos de síntese proteíca. Além dessas características, expressam-se em altos níveis durante fenômenos auto-imunes e inflamatórios. Nesse estudo, 0 envolvimento fisiopatológico da Hsp65 recombinante nativa [Hsp65r WT] e do mutante pontual K409 A de M. leprae foi avaliado in vivo no modelo de Lupus Eritematoso Sistêmico [LES] em camundongos geneticamente homogêneos [NZBxNZW]F1. As respostas de anticorpos anti-DNA e anti-Hsp65 foram individualmente dosadas ao longo da vida do animal e 0 tempo médio de sobrevida [TMS] foi determinado. 0 tratamento com a WT abrevia 0 TMS em 50% quando comparado aos não-tratados, e 0 aumento da razão de anticorpos IgG2a/lgG1 anti-DNA foi também observada nos animais inoculados com WT. A incubação de macrófagos de camundongos BALB/c com soro de F1 tratados com WT resultou em necrose celular imediata, enquanto 0 tratamento com 0 soro de F1 tratados com K409A nao causou qualquer efeito tóxico. Além disso, 0 envolvimento da WT está correlacionado com a idade e é dose-dependente. A administração combinada da Hsp65r WT e K409A mostrou que a K409A e capaz de inibir, mas não reverter 0 efeito da WT na morte dos híbridos F1. As ações semelhantes na sobrevida desses F1 entre os tratados com PEP LEADER e PEP K409A, e suas respectivas proteínas, sugerem 0 efeito patogênico da região 352-371 da Hsp65 no LES experimental. Nossos dados sugerem que a Hsp65 tem participação central na intervenção da progressao do LES, e que a molécula imunogênica de mutação pontual K409A, contrapõe 0 efeito deletério da WT, amenizando e retardando 0 desenvolvimento de LES nos tratados. Este estudo abre novas perspectivas para esclarecer 0 efeito biológico geral das Hsp e demonstra de modo claro, 0 impacto dos fatores ambientais durante a patogênese deste processo auto-imune..
Palavra-chave Chaperonina 60
Mycobacterium leprae
Autoimunidade
Lúpus eritematoso sistêmico
Idioma Português
Data de publicação 2008
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2008. 118 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 118 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/24150

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta