Sensação da pele da parede abdominal após abdominoplastia pós-bariátrica

Sensação da pele da parede abdominal após abdominoplastia pós-bariátrica

Título alternativo Skin sensation of the abdominal wall after post-bariatric abdominoplasty
Autor Bussolaro, Rodolpho Alberto Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Ferreira, Lydia Masako Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Cirurgia translacional - São Paulo
Resumo Introdução: A principal queixa dos pacientes após o emagrecimento gerado pela cirurgia bariátrica é a deformidade resultante na parede abdominal. A abdominoplastia do tipo mista que resulta em cicatriz com desenho de âncora é recomendável em abdomes com cicatrizes prévias e excessiva flacidez. Alterações sensoriais da pele podem ocorrer após adominoplastias. Não há, até este momento, estudo de sensibilidade cutânea em abdominoplastia pós-bariátrica. Objetivo: Avaliar a sensação da pele da parede abdominal após a abdominoplastia pós-bariátrica. Métodos: Testaram-se as sensibilidades táctil à pressão estática com estesiômetro de Semmes-Weinstein, pressão em movimento com chumaço de algodão, vibratória com diapasão de 256Hz e dolorosa a “pontada”, calor inócuo de 40ºC e doloroso de 50ºC e frio inócuo de 25ºC e doloroso de 10ºC com provetas e balões de vidro. Os testes foram realizados na véspera da cirurgia, com um e seis meses de pós-operatório. Vinte e quarto pacientes pós-cirurgia bariátrica foram operadas e tiveram seus resultados comparados com os de quinze controles. Para a análise estatística, foram usados: teste t de Student, ANOVA com medidas repetidas e Análise não paramétrica para dados categóricos ordenados em desenho com observação longitudinal com pequena amostragem. Resultados: A sensibilidade táctil à pressão inócua foi mantida no pós-operatório. Também não houve alteração das sensibilidades táctil em movimento, dolorosa e térmicas. A melhora da sensibilidade vibratória não foi relevante. Conclusão: A abdominoplastia em âncora realizada em pacientes pós-bariátricas não gerou alteração da sensorial da pele da parede abdominal.

Introduction: Abdominal deformity is the major problem of the postbariatric patient. Mixed type or Anchor-line abdominoplasty is a good technique for the scarred abdominal wall of post-bariatric patients. Previous authors focused studies in sensory alterations after abdominoplasties of patients without no historic of morbid obesity. There is not any study about the skin sensation after abdominoplasty in postbariatric patients. Objective: Skin sensation evaluation of the abdominal wall after post-bariatric abdominoplasty. Methods: Quantitative pressure evaluation with Semmes-Weinstein monofilaments, qualitative evaluation for vibration sense by a 256cps tuning fork, tactile pain by pinprick test, innocuous and painful heat sensibilities to 40ºC and 50ºC and innocuous and painful cold sensibilities to 25ºC and 10ºC with test tubes and 12,5cm2 probe (Florence flask). The skin sensation tests were performed at three moments: before, one month and six months after abdominoplasty. Twenty four patients were submitted to post-bariatric anchor-line abdominoplasty without flap undermining, the sensibility thresholds and scores were compared to a control group composed by fifteen post-bariatric patients who were not submitted to abdominoplasty. All the results received statistical analysis with significance level always below 5%. Results: No differences for the tactile thresholds before and after the abdominoplasty were noted. Tactile pain, vibration and thermal sensibility were the same before and after the post-bariatric abdominoplasty. Conclusion: The postbariatric abdominoplasty doesn’t impair abdominal wall skin sensation.
Palavra-chave Parede abdominal
Cirurgia plástica
Sensação
Pele
Cirurgia bariátrica
Idioma Português
Financiador Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Data de publicação 2008
Publicado em BUSSOLARO, Rodolpho Alberto. Sensação da pele da parede abdominal após abdominoplastia pós-bariátrica. São Paulo. 2008, 181 f. Dissertação (Mestrado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo. São Paulo. São Paulo, 2008
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 181 f.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/24120

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-24120.pdf
Tamanho: 2.010MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta