Ressonância magnética e medidas lineares no tratamento cirúrgico das assimetrias mamárias

Ressonância magnética e medidas lineares no tratamento cirúrgico das assimetrias mamárias

Título alternativo Magnetic resonance and linear measurements in breast asymetry surgical treatment
Autor Vieira, Adriana Cristhina Pozzobon de Oliveira Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Sabino Neto, Miguel Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Cirurgia translacional - São Paulo
Resumo Introdução: A avaliação objetiva da correção cirúrgica das assimetrias mamárias deve considerar não somente o contorno final das mamas, mas também, a simetria de volume. A ressonância magnética e as medidas lineares são instrumentos de medida amplamente utilizados para se avaliar o volume e o posicionamento mamário respectivamente. Objetivo: Avaliar a simetria mamária pós-operatória através de ressonância magnética e medidas lineares em pacientes com assimetria mamária. Métodos: Foram operadas 22 pacientes com assimetria mamária primária, as quais foram submetidas à ressonância magnética e obtenção de medidas lineares no pré e no pósoperatório com seis meses. As medidas lineares foram obtidas baseadas em estruturas ósseas e mamárias bem definidas. O resultado de assimetria das medidas lineares no pós-operatório foi avaliado através de escores que poderiam variar de excelente a ruim. Foram obtidas imagens axiais de ambas as mamas, sendo o volume mamário estimado a partir da reformatação tridimensional destas imagens, através da fórmula Cavalieri. Resultados: As pacientes com menor assimetria de volume no pós-operatório tenderam a apresentar melhores resultados na avaliação das medidas lineares. Quando realizada mastoplastia redutora e/ou de aumento bilaterais e mastoplastia redutora e/ou de aumento unilaterais, a simetria de volume tendeu a ser maior. Conclusão: A ressonância magnética e as medidas lineares são instrumentos de medida capazes de avaliar a simetria pós-operatória em pacientes com assimetria mamária

Introduction: The surgical treatment objective evaluation of breast asymmetry should not consider only final breast shape, but also breast volume. Magnetic resonance image and anthropomorphic breast measurements are used to analyze breast volume and breast position. Objective: Analyze breast symmetry after surgery using resonance magnetic image and linear measurements. Methods: 22 patients with primary breast asymmetry were evaluated preoperative using MRI and linear measurements and 6 months postoperative. Linear measurements were obtained based on well defined bone structures and mammary structures. The symmetry result for postoperative linear measurements was scored from excellent to poor. Axial images were taken from both breasts. Breast volume was estimated using MRI, based on 3D reconstruction, using Cavalieri formula and specific software. Results: Patients with less postoperative volume asymmetry tend to achieve best scores using linear measurements. When the same surgical procedure was performed bilaterally or only one breast was treated by surgery, greater volume symmetry was observed. Conclusions: MRI and linear measurements are methods capable of evaluate postoperative symmetry in patients with breast asymmetry
Palavra-chave Mama
Cirurgia Geral
Imagem por Ressonância Magnética
Tamanho do Órgão
Idioma Português
Data de publicação 2008
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2008. 139 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 139 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/24016

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-24016.pdf
Tamanho: 2.145MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta