Acompanhamento nutricional de crianças e adolescentes com fibrose cística

Acompanhamento nutricional de crianças e adolescentes com fibrose cística

Título alternativo Growth velocity in cystic fibrosis patients before and after nutritional intervention
Autor Mauri, Juliana Ferreira Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Lopez, Fábio Ancona Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: Comparar a velocidade de crescimento de pacientes com fibrose cística pré e após inteNenção nutricional. Métodos: Estudo retrospectivo longitudinal realizado no período de maio de 2002 a novembro de 2004. Fizeram parte deste estudo crianças e adolescentes atendidos no ambulatório de Fibrose Cística do Setor de Pneumologia Pediátrica da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Os dados clínicos e os antropométricos foram coletados do prontuário médico por período de 24 meses, um ano prévio (período 1) e outro após intervenção nutricional (período 2). Para determinar os dois períodos de estudo foi necessária a identificação de três momentos. A intervenção nutricional foi baseada no Consenso Europeu de Fibrose Cística. Resultados: A amostra foi composta por 30 pacientes, sendo 66,6% pré-escolares e escolares e 66,7% do sexo masculino. A mediana da idade ao diagnóstico da doença foi de 3,5 anos (0,1-13,0). Quanto às intercorrências clínicas reduziram em 20% quando comparadas ao período pré-intervenção (NS), mas aumentou em 33,3% o uso geral de medicações para manutenção da função pulmonar (p<0,01). Utilização de suplemento nutricional foi freqüente nos dois períodos, sendo que o valor da oferta de energia no segundo período apresentou diferença significantemente maior em relação ao primeiro (p<0,01). Avaliando-se o escore z da relação estatura/idade (E/I) e da velocidade de crescimento, observou-se que não havia diferença significante desses parâmetros nos dois períodos estudados. Em relação ao escore z de E/I, nos dois períodos do estudo, observou-se que os pacientes com insuficiência pancreática tiveram resultados significantemente menores do que os suficientes pancreáticos: ­0,85:1:0,80 e -0,1 0:t0,51 (p=O, 003); -079:t0,46 e -0,23:t0,56 (p=0,032). Conclusão: Os pacientes com fibrose cística mantiveram a velocidade de crescimento após a inteNenção nutricional. Apesar da progressão e gravidade da doença, a terapia nutricional pode constituir em instrumento auxiliar na manutenção do crescimento de crianças e adolescentes com FC..
Palavra-chave Fibrose cística
Crescimento
Nutrição em saúde pública
Criança
Adolescente
Idioma Português
Data de publicação 2008
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2008. 97 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 97 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23874

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta