Estudo do efeito de distintos períodos de fixação em formalina e métodos de recuperação antigênica na técnica de imuno-histoquímica

Estudo do efeito de distintos períodos de fixação em formalina e métodos de recuperação antigênica na técnica de imuno-histoquímica

Título alternativo Study of the effect of different fixation times in formalin and methods of antigen retrieval in immunohistochemistry
Autor Alves, Maria Teresa de Seixas Autor UNIFESP Google Scholar
Roman, Leonor Cristina Manoja Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo The effects of fixation time in buffered formaline at 10% on different methods of antigenic site retrieval induced by heat (HIER) for the detection of the expression of antibodies anti-PCNA (nuclear proliferation antigen) and anti-AE1 and AE3 (citokeratins) were studied. Specimens with cross section of 0,5 cm² from five Tonsils from ellective tonsillectomies done at Hospital São Paulo UNIFESP/EPM were fixed for six, 12, 18, 24 and 48 hours and embedded in paraffin for the production of 4mum sections. For HIER was used a steamer, microwave oven and pressure cooker. The level of PCNA expression was assessed by the ratio stained nuclei: total number of nuclei. The staining intensity was assessed by using Corel Photo Paint 9 and UT Morph 2.0 softwares. The present study has shown that: 1) for the detection of anti-PCNA, the use of a microwave oven provided the best results; 2) for the detection of anti-PCNA, longer fixation periods, specially after 24 hours, causes the staining intensity to decrease; 3) for the detection of AE1 and AE3, all procedures used provided equivalent levels of staining.

Avaliou-se a influência do tempo de fixação em formalina neutra tamponada a 10% e dos diferentes métodos de resgate de sítio antigênico induzido pelo calor [heat induced epitope retrieval (HIER)] para a imunoexpressão dos anticorpos anti-antígeno nuclear de proliferação celular (PCNA) e anti-AE1AE3 (citoqueratinas), empregados por apresentarem imunocoloração nuclear e citoplasmática ou submembranosa. Foram estudadas cinco tonsilas provenientes de amigdalectomias realizadas no Hospital São Paulo da Escola Paulista de Medicina da Universidade de São Paulo (UNIFESP/EPM), as quais foram seccionadas em 0,5cm² cada, fixadas em formalina, por períodos de tempo de seis, 12, 18, 24 e 48 horas e embebidas em parafina. Foram feitos cortes com 4mim em lâminas silanizadas. Para o estudo imuno-histoquímico utilizamos os anticorpos anti-PCNA e AE1AE3, empregando os três métodos de resgate de sítio antigênico: banho-maria, microondas e panela de pressão. A positividade na imunoexpressão do PCNA foi avaliada através da relação núcleos corados/total de núcleos x 100. A intensidade da coloração resultante foi avaliada através da utilização dos programas Corel Photo Paint 9 e UT Morph 2.0. Com relação à recuperação antigênica, concluímos que, para o anticorpo anti-PCNA no material fixado nos períodos de nosso estudo, os melhores resultados foram obtidos com o uso do microondas. O aumento do tempo de fixação interferiu na queda da imunopositividade do PCNA, em especial após o período de 24 horas. Em relação ao parâmetro intensidade de coloração para AE1AE3 nenhum dos métodos foi superior. A metodologia estudada para a análise semiquantitativa na intensidade da reação coincidiu com os resultados obtidos na avaliação criteriosa de cada uma das lâminas.
Palavra-chave Imunohistochemistry
Antigen retrieval
Fixation methods
Imuno-histoquímica
Recuperação antigênica
Métodos de fixação
Idioma Português
Data de publicação 2005-02-01
Publicado em Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial. Sociedade Brasileira de Patologia ClínicaSociedade Brasileira de PatologiaSociedade Brasileira de Citopatologia, v. 41, n. 1, p. 43-49, 2005.
ISSN 1676-2444 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Patologia ClínicaSociedade Brasileira de PatologiaSociedade Brasileira de Citopatologia
Extensão 43-49
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1676-24442005000100010
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1676-24442005000100010 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/2387

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1676-24442005000100010.pdf
Tamanho: 132.0KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta