O pré-condicionamento farmacológico com gentamicina atenua a redução da síntese do oxido nítrico em células do músculo liso da arteria renal e a necrose tubular aguda em ratos, induzidas pela getamicina

O pré-condicionamento farmacológico com gentamicina atenua a redução da síntese do oxido nítrico em células do músculo liso da arteria renal e a necrose tubular aguda em ratos, induzidas pela getamicina

Título alternativo The pharmacological preconditioning with gentamicin attenuates the reduction of nitric oxide synthesis in renal vascular smooth muscle cells and the acute tubular necrosis en rats, induced by gentamicin
Autor Reis, Luciana Aparecida Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Higa, Elisa Mieko Suemitsu Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Introdução: A nefrotoxicidade pela G tem sido intensamente estudada. Entre outros mediadores, acredita-se que essa nefrotoxicidade possa estar relacionada com a diminuição do NO no rim. PC tem sido descrito como uma histo e citoproteção. Entretanto, o efeito desta proteção do PC com G no rim ainda não foi estudado. Neste estudo, nós investigamos o efeito do PC com G em modelos “in vitro” e “in vivo”. Material e métodos: “Estudos in vitro”: As células foram tratadas durante 5 dias: Controle (CTL): a água foi usada como veículo da G; LPS: (100μg/ml); G: 2mM; G+LPS. PC foi realizado com água (PC-CTL) ou G (PC-G) por 2, 6, 12, 24, 48 ou 72 horas. Após PC as células foram tratadas com G 2mM durante 5 dias (PC-CTL+G; PC-G+G). O sobrenadante foi coletado para determinação do NO (nmoles/mg de proteína) pelos métodos de Griess e quimioluminescência, e os resultados foram normatizados pela proteína intracelular (método de Lowry). A viabilidade celular (%) foi avaliada em todos os grupos pelo método de acridina orange. “Estudos in vivo”: Ratos Wistar foram tratados com injeções diárias via intraperitonealmente com veículo (água, PC-CTL) ou enquanto PC-G receberam G (40mg/Kg peso) 1, 2 ou 3 dias. Após PC, eles receberam G (40mg/Kg peso) diariamente, por 10 dias. Em seguida, os ratos foram colocados em gaiolas metabólicas individuais para coletar amostras de urina 24 horas para a dosagem do NO; amostras de sangue foram coletadas para a determinação da creatinina; os animais foram sacrificados e os rins retirados para histologia. Resultados: Os resultados foram expressos como média±EP; a análise estatística foi realizada pelo One-Way ANOVA e foi considerado significante para P<0,05. O NO aumentou no grupo LPS e diminuiu no grupo G quando comparado ao CTL; no grupo G+LPS o NO reduziu relativamente quando comparado ao grupo LPS. O NO aumentou significativamente nos grupos PCG+ G vs. PC-CTL+G após 6, 12, 24, 48 ou 72 horas de PC. Na viabilidade celular os grupos G e G+LPS apresentaram uma redução do NO quando comparados ao grupo CTL. Nas células PC com G a viabilidade estava mais elevada (PC-G+G vs. PC-CTL+G) após 6, 12, 24, 48 ou 72 horas de PC. Nos ratos tratados com G durante 10 dias, o NO urinário estava reduzido quando comparado ao CTL. Nos ratos PC com G por 1, 2 ou 3 dias, o NO estava aumentado em relação a PC-CTL+G. A creatinina sérica reduziu significativamente nos ratos tratados com G durante 10 dias quando comparados ao grupo CTL mas em PC-G+G estava mais elevada em relação a PC-CTL+G. Os rins dos ratos tratados com G durante 10 dias apresentaram NTA mas nos animais PC com G não apresentaram sinais de dano tubular. Conclusão: O tratamento com G durante 5 dias reduziu o NO e a viabilidade celular em rVSMCs, enquanto o PC com G causou uma melhora na produção do NO e na tolerância celular ao dano causado pela G. Em ratos, o PC com G atenuou a redução do NO urinário e a lesão renal quando eles foram expostos ao aminoglicosídeo. Nossos resultados sugerem o PC como uma ferramenta útil para prevenir a nefrotoxicidade causada pela G..
Palavra-chave Gentamicinas/farmacologia
Óxido nítrico
Artéria renal
Músculo liso
Idioma Português
Data de publicação 2007
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2007. 58 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 58 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23809

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta