Papel do receptor para peptídeos formilados na ação antiinflamatória da anexina 1 e do seu peptídeo N-terminal em modelo experimental de peritonite

Show simple item record

dc.contributor.advisor Oliani, Sonia Maria [UNIFESP]
dc.contributor.author Gastardelo, Thais Santana [UNIFESP]
dc.date.accessioned 2015-12-06T23:47:15Z
dc.date.available 2015-12-06T23:47:15Z
dc.date.issued 2006
dc.identifier.citation São Paulo: [s.n.], 2006. 74 p.
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23763
dc.description.abstract Objetivos: Analisar o papel da proteína endógena anexina 1 (ANXA1), sua ativação gênica e expressão protéica nos mastócitos e nos neutrófilos, durante um modelo experimental de peritonite. Além disso, investigar a interação funcional do receptor para peptídeos formilados (FPR) com a proteína ANXA1 e o seu peptídeo mimético Ac2-26. Métodos: Camundongos selvagens (ANXA1+/+) e deficientes (ANXA1-/-) para ANXA1 e, selvagens (FPR+/+) e deficientes (FPR-/-) para o receptor FPR foram induzidos (i.p.) à inflamação, por 1 e 4 horas, com 1,5mg/kg de carragenina. O tratamento com o peptídeo Ac2-26 (100μg/kg) foi realizado (i.v.) quinze minutos antes do estímulo inflamatório. Como controle para a família de receptores FPR, os animais FPR+/+ receberam (i.v.) 10μg/kg do antagonista Boc2 (inibidor dos receptores FPR). Os mastócitos e os neutrófilos foram analisados histológica e quantitativamente no mesentério e no lavado peritoneal. A ativação gênica da ANXA1 foi monitorada nos animais ANXA1-/-, através da atividade enzimática da b-galactosidase, produzida pelo gene repórter LacZ. A reação imunocitoquímica ultra-estrutural (dupla marcação) detectou a expressão da ANXA1 (anticorpo LCS3) e do receptor FPR (anticorpo FPRb) nos neutrófilos peritoneais dos camundongos FPR+/+. Resultados: O estímulo inflamatório, após 1 hora, não foi significativo, enquanto após 4 horas, observamos numerosos mastócitos desgranulados e neutrófilos migrados. A resposta inflamatória foi mais exacerbada nos camundongos ANXA1-/-. O efeito da administração do peptídeo Ac2-26 exerceu uma significante ação inibitória na desgranulação dos mastócitos e na migração dos neutrófilos. A ação inibitória do peptídeo foi suprimida após o tratamento com o antagonista Boc2, avaliado pelo aumento da ativação e transmigração das células inflamatórias. A ativação gênica da ANXA1 foi acentuada após 1 e 4 horas do processo inflamatório. Nas análises imunocitoquímicas, verificamos uma intensa imunorreatividade da ANXA1 após 4 horas do processo inflamatório e do tratamento com o peptídeo, além disso, mostramos, pela primeira vez na literatura, a co-localização ultra-estrutural do receptor FPR com a ANXA1, na membrana plasmática dos neutrófilos. Conclusões: A exacerbação do processo inflamatório na ausência da ANXA1, sua intensa ativação gênica e expressão protéica durante a resposta inflamatória aguda mostraram que a proteína endógena ANXA1 apresenta um importante papel regulatório na ativação dos mastócitos e na diapedese dos neutrófilos. Além disso, embora o receptor FPR tenha sido co-localizado ultraestruturalmente com a proteína ANXA1, este receptor parece não estar envolvido na mediação do peptídeo Ac2-26 (porção N-terminal da ANXA1) nas células inflamatórias estudas, efeito obtido pelo pré-tratamento farmacológico nos animais deficientes para o FPR. Este fato sugere que distintos mecanismos de ação podem estar relacionados com a proteína inteira ou com o seu sítio ativo antiinflamatório, peptídeo N-terminal. Os achados experimentais poderão promover um avanço no desenvolvimento de novas terapias baseadas nas ações antiinflamatórias da anexina 1..
dc.format.extent 74 p.
dc.language.iso por
dc.publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rights Acesso restrito
dc.subject Anexinas pt
dc.subject Receptores de peptídeos pt
dc.subject Peritonite pt
dc.subject Mastócitos pt
dc.subject Neutrófilos pt
dc.title Papel do receptor para peptídeos formilados na ação antiinflamatória da anexina 1 e do seu peptídeo N-terminal em modelo experimental de peritonite pt
dc.title.alternative Role of the receptor for formylated peptides in the anti-inflammatory action of annexin 1 and its N-terminal peptide in experimental model of peritonitis en
dc.type Dissertação de mestrado
dc.identifier.file epm-8092211185139.pdf
dc.description.source BV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campus São Paulo, Escola Paulista de Medicina (EPM) pt



File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search


Browse

Statistics

My Account