Prevalência da hepatite por vírus C nas unidades de dialise em Maceió

Prevalência da hepatite por vírus C nas unidades de dialise em Maceió

Título alternativo Prevalence of hepatitis oCo in the units dialysis in Maceio
Autor Gouveia, Ebeveraldo Amorim Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Pinhal, Maria Aparecida da Silva Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: Detectar a prevalência da hepatite C nas unidades de diálise em Maceió. Métodos: 569 pacientes com Doença Renal Crônica (DRC) em programa regular de hemodiálise (HD) em 6 clínicas de diálise foram incluídos. A análise laboratorial constou da pesquisa do anticorpo do vírus da hepatite C (anti-HCV) ELISA-3ª (ensaio imunoenzimático de 3ª geração) nos pacientes. Nos casos positivos para o anti-HCV, foi realizada a transcrição reversa seguida da amplificação do c-DNA em cadeia RT-PCR (HCV-RNA). Resultados: Detectaram-se 66/569 pacientes com sorologia positiva, o que corresponderia a uma prevalência de 11,6%, porém, quando realizamos a RT-PCR nos pacientes com anti-HCV positivo, o percentual da viremia encontrada é de 39,5% (26/66). Conclusões: O anti-HCV, por sua sensibilidade e baixo custo, deve ser realizado entre os portadores de DRC como teste para screening e que a RT-PCR, por ser um exame de maior especificidade, deve ser usado para a confirmação de resultados positivos e verificação de falsopositivos encontrados no ELISA-3ª.

Purpose: The objective of this study was to detect the prevalence of hepatitis C in the units of dialysis in Maceió. Methods: 569 patients with Doença Renal Crônica (DRC) in regular program of hemodiálise (HD) in 6 clinics of dialysis had been enclosed. The laboratorial analysis consisted of the research of the antibody of the virus of hepatitis C (anti-HCV) ELISA-3ª (imuno-enzymatic assay of 3ª generation) in the patients. In the positive cases for anti-HCV, reversa followed of the amplification of cDNA in chain RT- PCR was carried through the transcription (HCV-RNA). Results: 66/569 patients with positive sorologia had detected themselves, what she would correspond to a prevalence of 11,6%, however, when we carry through the RT-PCR in the patients with anti-HCV positive, the percentage of the joined viremia is of 39,5% (26/66). Conclusions: We conclude that the RT-PCR, for being an examination of bigger especificidade, must be used for the confirmation of positive results and verification of false-positives found in the ELISA-3ª. However, anti-HCV, by its sensitivity and low cost, must be carried through enters the DRC carriers as test for screening.
Palavra-chave Hepacivirus
Diálise Renal
Anticorpos Anti-Hepatite C
Reação em Cadeia da Polimerase Via Transcriptase Reversa
Idioma Português
Data de publicação 2007
Publicado em GOUVEIA, Ebeveraldo Amorim. Prevalência da hepatite por vírus C nas unidades de dialise em Maceió. 2007. 61 p. Dissertação (Mestrado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2007.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 61 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23712

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-23712.pdf
Tamanho: 456.3KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta