Processamento auditivo de afásicos coralistas de um espaço de convivência

Processamento auditivo de afásicos coralistas de um espaço de convivência

Título alternativo Auditory processing in an aphasic community group choir
Autor Pela, Sandra Maria Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Pereira, Liliane Desgualdo Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: Verificar o processamento auditivo de indivíduos com afasia expostos e nãoexpostos à prática de canto-coral. Métodos: Foram avaliados 18 indivíduos: seis com afasia expostos à prática de canto-coral, seis indivíduos com afasia não expostos à prática de canto-coral e seis indivíduos sem lesão cerebral não expostos à prática de canto-coral. Foram aplicados testes com estímulos musicais: Teste de Reconhecimento de Padrão Harmônico em Escuta Dicótica com Dígitos, Teste de Reconhecimento de Padrão Rítmico em Escuta Dicótica e Teste de Reconhecimento de Padrão Melódico em Escuta Biaural. Também foi realizado o Teste Dicótico de Dígitos. Resultados: Observaram-se diferenças estatisticamente significantes na comparação entre os dois grupos de indivíduos com afasia e o grupo sem lesão cerebral nos testes dicóticos com e sem estímulos musicais nas etapas de atenção livre da orelha direita e nas etapas direcionadas à direita em ambas orelhas. Quando comparados os resultados de todos os indivíduos entre os testes com e sem estímulos musicais, observou-se que houve facilitação após o uso dos estímulos musicais nas etapas de atenção livre e direcionada à direita na orelha direita e na etapa direcionada à esquerda na orelha esquerda. Nos testes de padrões rítmicos e melódicos não foram observadas diferenças estatisticamente significantes entre os resultados dos três grupos estudados. Conclusões: A exposição à atividade de canto-coral em indivíduos com afasia não melhorou o processamento temporal e/ou escuta dicótica; a presença de lesão cerebral piorou o comportamento auditivo do processamento temporal e/ou escuta dicótica; o estímulo sonoro verbal sofreu influência da pista da música, ou seja, o reconhecimento foi melhor em indivíduos com e sem lesão cerebral..
Palavra-chave Afasia
Percepção auditiva
Música
Idioma Português
Data de publicação 2007
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2007. 131 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 131 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23642

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta