Deficiência visual, cegueira e cirurgia de catarata: estudo observacional em idosos da região de São Miguel Paulista, município de São Paulo, em 2002

Deficiência visual, cegueira e cirurgia de catarata: estudo observacional em idosos da região de São Miguel Paulista, município de São Paulo, em 2002

Título alternativo Visual impairment, blindness and cataract surgery: an observational study among the elderly from São Miguel Paulista, São Paulo city, in 2002
Autor Araujo Filho, Arnaud Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Salomão, Solange Rios Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivos: 0 presente estudo observacional e transversal teve por objetivo determinar a prevalência de cegueira e deficiência visual e suas principais causas, bem como a prevalência das alterações oculares e os resultados visuais pós-cirurgia de catarata numa amostra composta por idosos de 60 anos ou mais da região de São Miguel Paulista da Cidade de São Paulo entre março e julho de 2002. Métodos: Uma amostra de 801 pessoas de 60 a 90 anos de idade (média= 69,02 ± 6,12 anos; 206 homens e 595 mulheres) composta por duas etapas: 34,5% das pessoas que responderam ao sorteio e 65,5% deles, por busca ativa, foram submetidos a exame oftalmológico. A deficiência visual e a cegueira foram c1assificadas de acordo com o seguinte critério: cegueira grave (acuidade visual < 20/400 em ambos os olhos), cegueira moderada (acuidade visual < 20/200 no pior olho e acuidade visual < 20/200 a 20/400 no melhor olho), cegueira unilateral (acuidade visual < 20/200 no pior olho e acuidade visual :2: 20/200 no melhor olho), deficiência visual unilateral ou bilateral (acuidade visual < 20/60 a 20/200 no pior olho e acuidade visual :2: 20/200 no melhor olho) e visão normal ou próxima do normal: acuidade visual :2: 20/60 em ambos olhos. Resultados: Considerando a acuidade visual apresentada, a prevalência de cegueira grave foi de 1,38% (intervalo de confiança 95%: 0,69% @2,45%) e sua principal causa foi catarata (27,27%) seguida de retinopatia diabética (18,18%) e ausência/desorganização do bulbo ocular (18,18%); a prevalência de deficiência visual foi de 24,16% (intervalo de confiança 95%: 21,22% - 27,28%). Considerando-se a acuidade visual com a melhor correção óptica, a prevalência de cegueira grave foi de 1,25% (intervalo de confiança 95%: 0,60% - 2,29%) e a catarata foi a principal causa (30,00%). A prevalência de deficiência visual foi de 12,77% (intervalo de confiança 95%: 10,53% - 15,28%) e a principal causa foi a catarata (54,90%). Quanto a prevalência de alterações oculares nos 1.602 olhos estudados, o erro refrativo foi a mais freqüente (71,04%), seguida de catarata (15,79%), degeneração macular relacionada a idade (1,56%), glaucoma (1,25%), retinopatia diabética (1,25%), atrofia óptica (1,00%) e ambliopia (0,87%). A cirurgia prévia de catarata ocorreu em 54 idosos (6,74%) e destes 35,12% apresentaram acuidade visual com a melhor correção óptica normal ou próxima do normal. Nos casos previamente operados de catarata a principal causa de cegueira foi edema de córnea (30,77%). Conclusões: A prevalência de cegueira bilateral grave foi de 1,38% e a de cegueira bilateral moderada foi de 1,00%, passando a 1,25% e 0,25%, respectivamente, com a melhor correção óptica. Da mesma forma, as prevalências de cegueira unilateral (8,89%) e de deficiência visual (24,16%) também diminuíram para 6,63% e 12,77%, respectivamente. A principal causa de cegueira foi a catarata e a principal causa de deficiência visual foram os erros refrativos não corrigidos. Após a melhor correyao óptica, a catarata foi a principal causa de cegueira e de deficiência visual. As alterações oculares mais freqüentes foram os erros refrativos (71,04%) e a catarata (15,79%). Em idosos previamente submetidos a cirurgia de catarata, apenas 35,19% mostraram bons resultados visuais com a melhor correçãao óptica..
Palavra-chave Pessoas com deficiência visual
Cegueira
Catarata
Erros de refração
Idioma Português
Data de publicação 2006
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2006. 121 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 121 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23640

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta