Atividade ergorreflexa durante a oclusao circulatoria apos exercicio de flexao e extensao do punho em pacientes com doenca pulmonar obstrutiva cronica estavel nao-hipoxemica

Atividade ergorreflexa durante a oclusao circulatoria apos exercicio de flexao e extensao do punho em pacientes com doenca pulmonar obstrutiva cronica estavel nao-hipoxemica

Título alternativo Ergoreflex activity during post wirst flexion and extention circulatory oclusion in stable non-hypoxemic chronic obstructive pulmonary disease patients
Autor Nakamoto, Fernanda Patti Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Introdução: Pacientes com doenca pulmonar obstrutiva cr6nica (DPOC) comumente apresentam resposta ventilatoria aumentada durante o exercicio. 0 ergorreflexo, parte de um conjunto de mecanismos reflexos que participam da regulacao da pressao arterial e da respiracao, tem como uma de suas manifestacoes a lentificacao da ventilacao pulmonar em resposta a oclusao circulatoria pos-exercicio, e esta bem caracterizado em pacientes com insufiCiência cardiaca cronica. Nao se sabe, entretanto, qual 0 papel da atividade ergorreflexa muscular na DPOC. Objetivo: Investigar a presenca da atividade ergorreflexa muscular em pacientes com DPOC e a possivel contribuicao desta atividade para o aumento da ventilacao pulmonar. Metodos: Dez pacientes com DPOC leve a moderada nao-hipoxemica, do sexo masculino, com idade igual a 68,1 ± 7,6 anos (media ± DP), indice de massa corporea igual a 23,4 ± 3,5 kg/m2, volume expiratorio forcado no primeiro segundo em porcentagem do valor previsto (VEF1 por cento prev) igual a 45,4 ± 17,2 por cento e sete individuos saudaveis de mesmo genero e media de idade semelhante foram estudados. Os individuos foram submetidos a duas series de exercicio de extensao e flexao do punho no dinamometro isocinetico (Cybex 6000), com 25 a 30 por cento da forca maxima pre¬determinada e velocidade angular de 1800/s, ate a exaustao, com e sem oclusao circulatoria regional pos-exercicio (OCPE) por 3 minutos. A atividade ergorreflexa muscular foi quantificada como a diferenca nos valores de ventilacao pulmonar entre os periodos de recuperacao com e sem OCPE, relacionados aos respectivos valores de repouso. Resultados: 0 tempo para exaustao a as alteracoes fisiologicas sistemicas associadas ao exercicio localizado nao foram diferentes entre pacientes e controles (p>O,05). Entretanto, os pacientes apresentaram resposta ventilatoria aumentada para uma dada demanda metabolica (VCO2), tanto durante repouso quanto durante 0 exercicio (p<0,05). Nao existiram diferencas significativas quanta a atividade ergorreflexa muscular entre pacientes e individuos do grupo controle (pacientes = 0,2 [¬2,2 - 2,4] (mediana [min-max]); controles = 0,3 [-0,6 - 1,8]; p>O,05). Conclusao: A atividade ergorreflexa muscular nao contribui para uma resposta ventilatoria excessiva ao exercicio, em pacientes estaveis com diagnostico de DPOC
Palavra-chave Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica
Ventilação Pulmonar
Idioma Português
Data de publicação 2007
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2007. 73 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 73 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23621

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta