Atividade ergorreflexa durante a oclusao circulatoria apos exercicio de flexao e extensao do punho em pacientes com doenca pulmonar obstrutiva cronica estavel nao-hipoxemica

Atividade ergorreflexa durante a oclusao circulatoria apos exercicio de flexao e extensao do punho em pacientes com doenca pulmonar obstrutiva cronica estavel nao-hipoxemica

Título alternativo Ergoreflex activity during post wirst flexion and extention circulatory oclusion in stable non-hypoxemic chronic obstructive pulmonary disease patients
Autor Nakamoto, Fernanda Patti Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Introdução: Pacientes com doenca pulmonar obstrutiva cr6nica (DPOC) comumente apresentam resposta ventilatoria aumentada durante o exercicio. 0 ergorreflexo, parte de um conjunto de mecanismos reflexos que participam da regulacao da pressao arterial e da respiracao, tem como uma de suas manifestacoes a lentificacao da ventilacao pulmonar em resposta a oclusao circulatoria pos-exercicio, e esta bem caracterizado em pacientes com insufiCiência cardiaca cronica. Nao se sabe, entretanto, qual 0 papel da atividade ergorreflexa muscular na DPOC. Objetivo: Investigar a presenca da atividade ergorreflexa muscular em pacientes com DPOC e a possivel contribuicao desta atividade para o aumento da ventilacao pulmonar. Metodos: Dez pacientes com DPOC leve a moderada nao-hipoxemica, do sexo masculino, com idade igual a 68,1 ± 7,6 anos (media ± DP), indice de massa corporea igual a 23,4 ± 3,5 kg/m2, volume expiratorio forcado no primeiro segundo em porcentagem do valor previsto (VEF1 por cento prev) igual a 45,4 ± 17,2 por cento e sete individuos saudaveis de mesmo genero e media de idade semelhante foram estudados. Os individuos foram submetidos a duas series de exercicio de extensao e flexao do punho no dinamometro isocinetico (Cybex 6000), com 25 a 30 por cento da forca maxima pre¬determinada e velocidade angular de 1800/s, ate a exaustao, com e sem oclusao circulatoria regional pos-exercicio (OCPE) por 3 minutos. A atividade ergorreflexa muscular foi quantificada como a diferenca nos valores de ventilacao pulmonar entre os periodos de recuperacao com e sem OCPE, relacionados aos respectivos valores de repouso. Resultados: 0 tempo para exaustao a as alteracoes fisiologicas sistemicas associadas ao exercicio localizado nao foram diferentes entre pacientes e controles (p>O,05). Entretanto, os pacientes apresentaram resposta ventilatoria aumentada para uma dada demanda metabolica (VCO2), tanto durante repouso quanto durante 0 exercicio (p<0,05). Nao existiram diferencas significativas quanta a atividade ergorreflexa muscular entre pacientes e individuos do grupo controle (pacientes = 0,2 [¬2,2 - 2,4] (mediana [min-max]); controles = 0,3 [-0,6 - 1,8]; p>O,05). Conclusao: A atividade ergorreflexa muscular nao contribui para uma resposta ventilatoria excessiva ao exercicio, em pacientes estaveis com diagnostico de DPOC
Assunto Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica
Ventilação Pulmonar
Idioma Português
Data 2007
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2007. 73 p.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 73 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23621

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)