Estimativa dos custos diretos das internacoes de prematuros em uma maternidade publica do municipio de São Paulo

Estimativa dos custos diretos das internacoes de prematuros em uma maternidade publica do municipio de São Paulo

Título alternativo Direct costs estimate of premature newborm admissions in a public maternity hospital in the city of São Paulo
Autor Desgualdo, Claudia Maria Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Introdução: A reducao da mortalidade infantil no primeiro mes de vida e um dos Objetivos de Desenvolvimento para o Milenio da Organizacao Mundial de Saúde. Nos paises desenvolvidos sabe-se que o nascimento pre-termo contribui com 69 por cento a 83 por cento das causas de mortalidade neonatal. No Brasil o porcentual de nascimentos prematuros foi de 6,49 por cento em 2004. 0 valor medio de todas as internacoes pagas pelo SUS, em geral foi de R$ 550,50 e para as internacoes por prematuridade e sindrome da membrana hialina juntas foi de R$ 2.250,97, que representaram 408,86 por cento do valor medio das AIH. Ha poucos estudos de custos de doencas no pais, em especial relacionados as doencas cronicas, como as metabolicas, pulmonares obstrutivas cronicas, cardiovasculares, oftalmicas, reumatologicas e nao foi localizado nenhum estudo relacionado aos custos da prematuridade na literatura nacional. Objetivos: Estimar os custos diretos das internacoes hospitalares de recem-nascidos prematuros admitidos na Unidade Neonatal do Hospital e Maternidade Interlagos entre janeiro e dezembro de 2004, avaliar a existencia de diferencas neste custo de acordo com faixas de peso ao nascimento e presenca de co-morbidades e avaliar a capacidade de pagamento pelo SUS, comparando os custos com o faturamento hospitalar para estas criancas. Metodo: Foi realizado um estudo, retrospectivo, por meio de analise de prontuarios de internacao, sobre a utilizacao e valoracao dos recursos utilizados no tratamento de recem-nascidos prematuros admitidos na Unidade Neonatal no ano de 2004. Resultados: 0 custo medio para todos os RN prematuros atendidos na UNN do HMI foi de R$ 6.984,05 no ano de 2004, variando de R$ 11.473,49 para os muito prematuros e de baixo peso (menores de 1.000g) a R$ 2.970,08 (maiores de 2500g), conforme peso ao nascer e, portanto, conforme a gravidade. 0 valor medio das internacoes de prematuros pagos pelo SUS foi de R$ 1.738,87 (somando-se os dois procedimentos possiveis), que representa cerca de um quarto do valor medio encontrado
Palavra-chave Nascimento Prematuro
Honorários e Preços
Economia da Saúde
Sistema Único de Saúde
Idioma Português
Data de publicação 2007
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2007. 79 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 79 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23609

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta