Analise de custo do programa de prevencao da dengue e controle do Aedes aegypti no municipio de São Paulo

Analise de custo do programa de prevencao da dengue e controle do Aedes aegypti no municipio de São Paulo

Título alternativo Cost analysis of dengue prevention and Aedes aegypti control program in São Paulo city
Autor Taliberti, Helena Quirino Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: Este trabalho tem como objetivo estimar o custo direto da prevencao e controle do Aedes aegypti no PMCD no municipio de São Paulo (MSP), em 2005, abordando os custos com acoes diretas de vigilancia, atividades de laboratorio, sistema de informacao e publicidade. Materiais e metodos: Foram calculados os custos diretos dos itens exclusivamente destinados ao PMCD em quantidades e valores orcados e/ou praticados em 2005 no MSP, fornecidos pelas diversas areas da Coordenadoria de Vigilancia em Saúde (COVISA/SMS), orgao responsavel pela coordenacao do PMCD no MSP. Os custos indiretos do programa nao foram calculados. Os itens calculados que compoem as acoes de vigilancia foram: recursos humanos, uniformes, material de campo, equipamento de protecao individual (EPI) equipamentos de pulverizacao e nebulizacao, insumos estrategicos (inseticidas e larvicidas) e veiculos. Alem disso, foram calculados os custos das acoes de laboratorio destinadas a vigilancia entomologica e diagnostico da doenca, os custos do sistema de informacao e material grafico destinado as campanhas educativas e de informacao. Resultados: Os resultados alcancados demonstram que o custo total do PMCD e de R$ 21.774.282,82, em 2005, sendo que os maiores gastos foram com recursos humanos 59,25 por cento e veiculos, 31,23 por cento. Se classificados em gastos de pessoal, custeio e investimento, as proporcoes sao de 59,4 por cento, 38,3 por cento e 2,2 por cento respectivamente. O valor per capita gasto no combate ao vetor foi de R$ 1,99 quando considerada a populacao paulistana estimada pelo IBGE, para 0 ano de 2005. Conclusao: O controle da dengue e imperativo diante das crescentes epidemias que acometem a cidade a cada ano, o que torna 0 PMCD permanente. As escolhas dos componentes do programa que sao prioritarios e conhecer seus custos e ferramenta importante para tomada de decisao na aplicacao dos recursos orcamentarios disponiveis ao controle da doenca no MSP. A intensificacao das acoes de combate ao vetor neste momento e crucial para garantir controle da doenca em futuro proximo, motivo pelo qual maiores investimentos no PMCD nos anos vindouras, certamente resultarao num cenario favoravel para diminuicao significativa do numero de casos de dengue
Palavra-chave Dengue
Economia da Saúde
Custos e Análise de Custo
Políticas Públicas de Saúde
Vigilância
Idioma Português
Data de publicação 2007
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2007. 89 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 89 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23599

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta