Análise da diversidade genética no gene nef do vírus da imunodeficiência humana do tipo 1(HIV-1) em crianças e em adultos recém infectados

Análise da diversidade genética no gene nef do vírus da imunodeficiência humana do tipo 1(HIV-1) em crianças e em adultos recém infectados

Título alternativo Selective pressure on nef gene of human immunodeficiency virus type 1 (HIV-1): a comparative analysis between children and adults
Autor Florido, Camila Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Janini, Luiz Mário Ramos Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Infectologia - São Paulo
Resumo Diversos estudos clínicos têm demonstrado que a dinâmica da AIDS na infecção pediátrica difere da observada em adultos. Em especial, diferenças na carga viral, taxa de depleção de linfócitos e rapidez no aparecimento dos sintomas são mais acentuados em crianças infectadas pelo HIV-1 (Luzuriaga et al., 1999). Contudo, os processos evolutivos que ocorrem nos genes do HIV-1 durante a infecção de crianças ainda são pouco caracterizados. Em razão do sistema imunológico das crianças não estar completamente desenvolvido sugere que a pressão seletiva nos genes do HIV é distinta da observada em adultos. Para explorar a diversificação viral nesse contexto, comparamos a pressão seletiva do gene nef do HIV-1 em crianças (transmissão materno-infantil). com idades diferentes (i.e. 0-3 e 4-6 anos ) e comparamos com a observada em adultos. Para esse propósito comparamos a razão entre o número de substituições não-sinônimas por sítio não-sinônimo (dN) e o número de substituições sinônimas por sítio sinônimo (dS) medidos códon a códon no gene nef do HIV-1 entre adultos e crianças. Os resultados mostraram que, independente do tempo de diversificação do HIV-1, não existem diferenças na entendida de seleção e nem na localização dos códons positivamente selecionadas entre crianças e adultos no nível populacional. Em adição, detectamos uma região no gene nef que concentra mais os códons sob seleção positiva. Essa região é densa em epitopos descritos para anticorpos e ausente de epitopos para CTL ou CD4-hekper (de acordo com os mapas de epitopos com os mapas de Los Alamos HIV databank). Esses resultados são importantes pois mostram que a pressão mediada por anticorpos é bastante significativa para a diversificação do HIV-1 no nível populacional.
Palavra-chave HIV-1
Criança
Adulto
Idioma Português
Financiador Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Número do financiamento FAPESP: 04/12044-3
Data de publicação 2007
Publicado em FLORIDO, Camila.Análise da diversidade genética no gene nef do vírus da imunodeficiência humana do tipo 1(HIV-1) em crianças e em adultos recém infectados. 2007. 123 f. Dissertação (Mestrado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2007.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 123 f.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23570

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-23570.pdf
Tamanho: 1.790MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta