Aplicação de recursos laboratoriais no diagnóstico de infecções respiratórias de etiologia viral

Aplicação de recursos laboratoriais no diagnóstico de infecções respiratórias de etiologia viral

Título alternativo Laboratory resources applied for viral respiratory infectious diagnostic
Autor Carraro, Emerson Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Bellei, Nancy Cristina Junqueira Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Infectologia – São Paulo
Resumo Grandes avanços no desenvolvimento de metodologias laboratoriais para a investigação de vírus respiratórios tem ocorrido nos últimos anos. No primeiro experimento, mostramos que as técnicas de RT-PCR, "shell vial" e isolamento viral em cultura de células obtiveram limites de detecção de Influenza A e B comparáveis, mas todos os testes rápidos comerciais avaliados tiveram baixo desempenho. Em segundo experimento, foram comparadas diferentes técnicas para a detecção de vírus respiratórios em 412 amostras de lavado nasal coletados de adultos com infecção respiratória aguda (2001-¬2003). As técnicas de RT-PCR e imunofluorescência direta (IFD) foram comparadas com 0 isolamento de Influenza A e B em cultura de células. A concordância geral entre os três ensaios foi de 96 por cento, sendo a sensibilidade obtida para a RT-PCR de 92,3 por cento e a especificidade de 98,5 por cento e para a IFD os valores de 93,6 por cento e 97,2 por cento, respectivamente. Para a detecção de Adenovírus foram comparados os testes de PCR, nested-PCR e IFD, sendo obtida positividade (4,1 por cento) somente na nested-PCR. Amostras negativas nos ensaios anteriores foram submetidas a detecção de Metapneumovirus humano por imunofluorescência indireta (IFI) em comparação com a RT-PCR e demonstrou sensibilidade de 45 por cento. Os ensaios de IFD e RT-PCR demonstraram boa ap1icação na rotina diagnóstica de Influenza, mas os testes rápidos devem ser aplicados com cautela. Para a detecção de Adenovírus e Metapneumovirus humano os ensaios de imunofluorescência obtiveram baixos desempenhos, devendo ser aplicado as metodologias moleculares para esse vírus

Laboratory tests performance for respiratory viruses has shown substantial increase in the past years. A first step experiment for comparison of influenza virus limit of detection resulted in similar values for RT-PCR, shell vial and cell cultures methods, but worse values for all commercial rapid antigen detections kits evaluated with same control strains. In a second step, 412 nasal washes from adults presenting with acute respiratory symptoms (2001-2003) were submitted to comparative studies for respiratory viruses detection. A duplex RT-PCR and direct immunofluorescence (DFA) assays were compared to Influenza A and B virus isolation (reference method) in MDCK cells. The overall concordance between the three assays was 96%. RT-PCR reached 92.3% sensitivity and 98.5% specificity and for DFA the corresponding values were 93.6% and 97.2%, respectively. A PCR, nested-PCR, and DFA assays were evaluated for detection of Adenovirus and positivity (4.1%) were only obtained on Nested-PCR. Selected negative samples were evaluated for human Metapneumovirus by indirect fluorescence assay (IFA) in comparison with RT-PCR and sensitivity was 45%. DFA and RT-PCR could be applied in different routine sets for influenza diagnosis and rapid antigen detection kits may be used with caution. For Adenovirus and Metapneumovirus fluorescence assays detection were disappointed and molecular tests are recommended for these viruses.
Palavra-chave Influenzavirus A
Influenzavirus B
Adenovírus humanos
Idioma Português
Financiador Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Número do financiamento FAPESP: 01/125796
Data de publicação 2007
Publicado em CARRARO, Emerson. Aplicação de recursos laboratoriais no diagnóstico de infecções respiratórias de etiologia viral. 2007. 100 f. Tese (Doutorado em Ciências) – Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2007.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 100 f.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23561

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-23561.pdf
Tamanho: 1.029MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta