Incidência de Enterococcus resistente à vancomicina em hospital universitário no Brasil

Incidência de Enterococcus resistente à vancomicina em hospital universitário no Brasil

Título alternativo Incidence of vancomycin-resistant Enterococcus at a university hospital in Brazil
Autor Furtado, Guilherme Henrique Campos Autor UNIFESP Google Scholar
Martins, Sinaida Teixeira Autor UNIFESP Google Scholar
Coutinho, Ana Paula Autor UNIFESP Google Scholar
Soares, Gláucia Marília Moreira Autor UNIFESP Google Scholar
Wey, Sergio Barsanti Autor UNIFESP Google Scholar
Medeiros, Eduardo Alexandrino Servolo de Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo OBJECTIVE: Vancomycin-resistant Enterococcus (VRE) is today one of the principal microorganisms implicated in nosocomial infections. Thus, a study was carried out with the objective of evaluating its epidemiology at a tertiary-level teaching hospital. METHODS: This was a three-year retrospective epidemiological study conducted from 2000 to 2002. Samples of VRE-positive clinical cultures at a 660-bed university hospital were analyzed. The incidence of VRE and the main anatomical sites and hospital units from which it was isolated were defined. Differences between the variables over the three years of the study were verified, and these were considered significant when p<0.05. RESULTS: There was a progressive increase in the vancomycin resistance in the clinical cultures that were positive for Enterococcus spp., over the three years of the study. In 2000, 9.5% of the samples were vancomycin-resistant, and this increased to 14.7% in 2001 and 15.8% in 2002. The hospital units with the largest numbers of isolates were, respectively, the emergency ward (19.5%) and the general intensive care unit (15%). The anatomical sites with the highest amounts of isolates included: urine (36%) and blood (20%). CONCLUSIONS: With the progressive increase in the incidence of vancomycin resistance and the VRE rate, it is concluded that more effective control measures are needed for deterring the dissemination of VRE.

OBJETIVO: O enterococo resistente à vancomicina é atualmente um dos principais microorganismos implicados em infecções nosocomiais. Assim, realizou-se estudo com o objetivo de avaliar sua epidemiologia em um hospital terciário de ensino. MÉTODOS: Trata-se de um estudo epidemiológico retrospectivo, realizado de 2000 a 2002, que analisou amostras de culturas clínicas positivas para enterococo resistente à vancomicina (VRE) em um hospital universitário com 660 leitos. Procurou-se definir sua incidência e os principais sítios e unidades de isolamento. Foi verificada a significância entre as variáveis nos três anos de estudo, sendo considerado como significante p<0,05. RESULTADOS: Houve aumento progressivo na resistência à vancomicina nas culturas clínicas positivas para Enterococcus spp. nos três anos de estudo. Em 2000, 9,5% das amostras eram resistentes à vancomicina, com aumento para 14,7% em 2001 e 15,8% em 2002. As unidades com maior número de isolados foram respectivamente: pronto-socorro (19,5%) e UTI geral (15%); os sítios mais isolados foram: urina (36%) e sangue (20%). CONCLUSÕES: Com o aumento progressivo na incidência de resistência à vancomicina e da taxa de VRE, concluiu-se ser necessárias medidas de controle mais efetivas para deter a disseminação do VRE.
Palavra-chave Strepto-Enterococcus
Vancomycin resistance
Epidemiologic measurements
University hospitals
Strepto-Enterococcus
Resistência à vancomicina
Medidas em epidemiologia
Hospitais universitários
Idioma Português
Data de publicação 2005-01-01
Publicado em Revista de Saúde Pública. Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo, v. 39, n. 1, p. 41-46, 2005.
ISSN 0034-8910 (Sherpa/Romeo)
Publicador Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Extensão 41-46
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102005000100006
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0034-89102005000100006 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/2355

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0034-89102005000100006.pdf
Tamanho: 51.32KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta