Características fenotípicas e funcionais de células natural killer em pacientes com síndrome da hiper-imunoglobulinemia E

Características fenotípicas e funcionais de células natural killer em pacientes com síndrome da hiper-imunoglobulinemia E

Título alternativo Phenotypic and functional characteristics of natural killer cells in patients with hyperimmunoglobulinemia E syndrome
Autor Rocha, Debora Cristina Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Kallas, Esper Georges Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Infectologia - São Paulo
Resumo Foi realizado o estudo qualitativo e quantitativo das células NK em pacientes com síndrome hiper-imunoglobulinemia E autossômica dominante (AD-HIES), uma imunodeficiência rara. Em uma análise pelo National Institutes of Health foi apresentada como uma doença multissistêmica, tendo dezenove características clínicas vistas em 30 pacientes [1]. Propomo-nos a estudar células NK para auxiliar a elucidar a patologia da HIES. Constatamos um declínio na quantidade total das células NK nos pacientes HIES. Foram constituídos painéis com marcadores da atividade citotóxica, de adesão, de ativação e de inibição. Observamos um aumento dos marcadores de atividade citotóxica NKp44, NKp46 e, principalmente, NKp30 em pacientes com AD-HIES, em conjunto com maior expressão constitutiva de perforina e CD107a, este último após estímulo com células da linhagem K562. Estes resultados sugerem que, embora com percentuais circulantes diminuídos de células NK, os pacientes com AD-HIES apresentam maior atividade citotóxica inata, que pode ser conseqüência das múltiplas infecções a que estão sujeitos.

Qualitative and quantitative study of the NK cells was performed in patients with autossomal dominant hyperimmunoglobulinemia syndrome (AD-HIES) a rara immunodeficiency. An evaluation by the National Institutes of Health has described it as a multisystemic desease, with nineteen clinical characteristics saw in thirty patients [1]. We did perform several observations trying to explain the role of NK cells in such disease, helping the understanding of its pathogenesis. We were able to show a lower frequency of NK cells in AD-HIES. After constituting panels to address NK cytotoxic, adhesion, activation, and inhibition function, we were able to detect that cytotoxic markers NKp44, NKp46, and NKp30 are upregulated in AD-HIES, along with along with higher expression of perforin and CD107a, the latter after stimulation with K562 lineage cells. These results suggest that, even in the context of diminished percentages of circulating NK cells, the patients with AD-HIES present higher innate cytotoxic activity, which can be a consequence of the recurrent multiple infections.
Palavra-chave Células Matadoras Naturais
Idioma Português
Data de publicação 2007
Publicado em ROCHA, Debora Cristina. Características fenotípicas e funcionais de células natural killer em pacientes com síndrome da hiper-imunoglobulinemia E 2007. 89 f. Dissertação (Mestrado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2007.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 89 f.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23542

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-23542.pdf
Tamanho: 756.1KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta