Procedimento cognitivo-comportamental breve para reducao da ansiedade em realizar o exame de ressonancia magnetica

Procedimento cognitivo-comportamental breve para reducao da ansiedade em realizar o exame de ressonancia magnetica

Título alternativo Cognitive-behavior procedure brief to reduce anxiety related to the magnetic resonance imaging exam
Autor Escudero, Rosa Maria Pinto Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Leite, Jose Roberto Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Psicobiologia – São Paulo
Resumo O objetivo do presente estudo foi elaborar e avaliar um protocolo cognitivocomportamental de curta duração, para a redução da ansiedade em 52 adultos que iam se submeter a um exame de Ressonância Magnética, os quais foram distribuídos, em quatro grupos, sendo que três destes receberam intervenções específicas. O Grupo A recebeu (a) informações detalhadas sobre o procedimento + (b) reestruturação cognitiva + (c) instrução de relaxamento e respiração controlada. Grupo B recebeu (c) instrução de relaxamento e respiração controlada. O C recebeu (a) informações detalhadas sobre o procedimento + (b) reestruturação cognitiva. O Grupo Controle recebeu apenas as informações gerais sobre o procedimento. O Inventário de Ansiedade Traço-Estado (IDATE) foi aplicado para medir o grau de ansiedade dos participantes. Também foi realizada uma avaliação subjetiva do sentimento de nervosismo, de medo e da ansiedade, quantificado em uma escala de 0 a 10, antes e depois da intervenção. A intervenção recebida pelos participantes do Grupo A (a)+(b)+(c) mostrou-se mais efetiva, tendo reduzido significativamente a ansiedade na medida do inventário IDATE-Estado pós-intervenção, assim como experimentaram uma redução igualmente significativa do medo e do nervosismo em relação à escala no momento pós-intervenção quando comparado com o pré-intervenção. Quanto ao Grupo C (a)+(b), a intervenção favoreceu a redução significativa da ansiedade na medida do IDATE-Estado, no entanto, para as medidas da escala somente o nervosismo foi reduzido de forma significativa no momento pós-intervenção. De modo geral, a combinação das técnicas proposta pelo protocolo mostrou-se mais eficaz para o Grupo A, talvez por este ter abrangido os três níveis de respostas envolvidas na situação de ansiedade e medo do procedimento, a saber: o cognitivo, o autonômico e o comportamental.
Assunto Ansiedade
Medo
Espectroscopia de ressonância magnética
Terapia cognitiva
Idioma Português
Financiador Associação Fundo de Incentivo à Psicofarmacologia (AFIP)
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Data 2007
Publicado em ESCUDERO, Rosa Maria Pinto. Procedimento cognitivo-comportamental breve para redução da ansiedade em realizar o exame de ressonância magnética. 2007. 72 f. Tese (Doutorado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2007.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 72 f.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23523

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: Publico-23523.pdf
Tamanho: 284.3Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)