Estudo comparativo da cicatrizacao da aponeurose da parede abdominal anterior com a utilizacao do fio de poliamida monofilamentar 3-0 e o adesivo N-butil-2-cianoacrilato

Estudo comparativo da cicatrizacao da aponeurose da parede abdominal anterior com a utilizacao do fio de poliamida monofilamentar 3-0 e o adesivo N-butil-2-cianoacrilato

Título alternativo A comparative study of the healing process of the aponeurosis of the anterior addominal wall of rats after suturing with 3-0 nylon suture and N-butil-2-cyanoacrylate tissue adhesive
Autor Batista, Carlos Augusto Marques Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: Estudar experimentalmente, em ratos, o processo de cicatrizacao da aponeurose da parede abdominal anterior, comparando sua sintese com o fio de poliamida monofilamentar 3-0 e com o adesivo N-butil-2-cianoacrilato (Histoacryl®), utilizando como criterios de avaliacao os resultados encontrados em relacao ao tempo de sintese, a forca de ruptura da parede abdominal e a avaliacao morfologica. Metodos: O estudo foi realizado em 44 ratos Wistar, que foram pesados e divididos aleatoriamente em quatro grupos, de acordo com o material de sintese (fio e adesivo cirurgico) e o tempo de reoperacao (7 e 14 dias). Apos uma incisao de 4 cm na aponeurose, 22 animais foram submetidos a sintese com o fio de poliam ida e os outros 22 animais com o adesivo proposto, sendo o tempo de sintese medido em segundos. Apos o procedimento, aguardou-se um periodo de 7 e 14 dias, quando os animais, 11 de cada grupo, foram novamente pesados e submetidos a eutanasia, sendo realizado a avaliacao macroscopica da ferida operatoria, mensuracao da forca de ruptura da parede abdominal e estudo histologico das bordas da incisao. A analise estatistica foi realizada atraves de um modelo de analise de variancia e de riscos proporcionais de Cox, considerando significantes valores de p < 0,05. Resultados: Os animais apresentaram uma perda media de 20 g, do dia da operacao para o dia da reoperacao. A sintese da aponeurose com o adesivo tecidual foi o metodo mais rapido. Apenas um animal, do grupo adesivo tecidual, apresentou pequeno abscesso local com deiscencia de sutura. Com relacao a forca de ruptura da aponeurose, o melhor desempenho foi do grupo adesivo tecidual, com 14 dias de pos-operatorio. Quanto ao estudo histologico, os resultados nao mostraram diferenca estatisticamente significante entre os dois grupos. Conclusoes: O trabalho permitiu concluir que em ratos, o estudo do processo de cicatrizacao da aponeurose da parede abdominal anterior mostrou que tanto a sintese com o adesivo N-butil-2-cianoacrilato como com o fio de poliam ida monofilamentar 3-0 nao apresentou diferenca estatisticamente significante na avaliacao morfologica, enquanto que a sintese com o adesivo foi mais rapida e mais resistente ao teste de forca de ruptura no 14° dia do que a sintese com o fio
Palavra-chave Cicatrização
Cianoacrilatos
Parede Abdominal
Idioma Português
Data de publicação 2007
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2007. 58 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 58 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23475

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta