Impacto de um programa de educação nutricional sobre o risco cardiovascular em pacientes hipertensos e com excesso de peso

Impacto de um programa de educação nutricional sobre o risco cardiovascular em pacientes hipertensos e com excesso de peso

Título: Impacto de um programa de educação nutricional sobre o risco cardiovascular em pacientes hipertensos e com excesso de peso;
Nutritional program on cardiovascular risk in overweight hypertensive patients
Autor Alvarez, Tatiana Souza Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Zanella, Maria Teresa Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Medicina (endocrinologia clínica) - São Paulo
Resumo A orientação nutricional tem mostrado beneficios para a redução do risco cardiovascular. Objetivos: Comparar os efeitos de dois protocolos de um programa de intervenção nutricional em relação ao risco cardiovascular em pacientes hipertensos e com excesso de peso, em tratamento medicamentoso para as diversas co-morbidades. Os pacientes foram acompanhados no Ambulatório de Hipertensão e Metabologia Cardiovascular-UNIFESPIEPM. Métodos: A população do estudo foi constituída por 92 pacientes hipertensos e com excesso de peso [índice de massa corporal (IMC) ? 26 e =619; 39 kglm2],com idade média de 55,7±6,1 anos; 25 homens e 67 mulheres, divididos em dois grupos de acordo com a freqüência das visitas, a cada cinco semanas (G35 n=46) ou a cada duas semanas (G 14 n=46), durante vinte semanas. Os pacientes atendidos foram submetidos a um programa de intervenção nutricional que englobou atendimentos em grupos, em que foram abordados conceitos de alimentação saudável. Antes e no final do período do estudo, todos os pacientes foram submetidos a medidas de pressão arterial, avaliação antropométrica e avaliação laboratorial para cálculo do risco coronariano de Framingham (RCF). Resultados: Ao término do estudo, em 38 e 25 pacientes dos grupos G14 e G35, respectivamente, foi observado redução significativa no IMC (G14 - 33,3±8,6 vs 32,5±8,4, p=O,002; G35 - 32,9±4,0 vs 32,3±4,0, P = 0,001), circunferência da cintura (G14 - 102,9±9,7 vs 101,4±9,8, P = 0,002; G35 ¬ 101,8±7,6 vs 100,5±7,7, P = 0,002), pressão arterial sistólica (G 14 - 139,7±12,4 vs 136,2±9,5, P = 0,002; G35 - 134,8±8,2 vs 133,2±6,2, P = 0,001), colesterol total sérico (G14 - 192,9±35,7 vs 188,5±40,3, P = 0,004; G35 - 195,2±37,8 vs 180,6±35,9, P = 0,002), consumo calórico referido (G14 - 1759,5±385,8 vs 1408,5±191,9, P = 0,001; G35 - 1858,7±:1:452,8 vs 1420,9±94,1, p = 0,001) e RCF (G14 - 11,1±6,1 vs 8,9±4,6, P = 0,001; G35 - 9,4±8,5 vs 7,6:1:3,9, P = 0,002). Conclusão: A intervenção nutricional educativa de curto prazo se mostrou eficaz para redução do risco cardiovascular em pacientes hipertensos e com excesso de peso. Em relação à freqüência das visitas, pôde-se verificar que a visita mensal já produz resultados positivos no sentido de modificar os hábitos alimentares e reduzir o risco cardiovascular.
Palavra-chave Educação Alimentar e Nutricional
Fatores de Risco
Doenças Cardiovasculares
Hipertensão
Idioma Português
Data de publicação 2007
Publicado em ALVAREZ, Tatiana Souza. Impacto de um programa de educação nutricional sobre o risco cardiovascular em pacientes hipertensos e com excesso de peso. 2007. 84 p. Dissertação (Mestrado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2007.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 84 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23470

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-23470.pdf
Tamanho: 1.600MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta