Placas oclusais para tratamento do bruxismo do sono: revisão sistemática Cochrane

Placas oclusais para tratamento do bruxismo do sono: revisão sistemática Cochrane

Título alternativo Occlusal splint for treating sleep bruxism: Cochrane systematic review
Autor Macedo, Cristiane Rufino de Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Prado, Gilmar Fernandes do Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo
Pós-graduação Saúde baseada em evidências - São Paulo
Resumo Contexto: Bruxismo do sono é uma atividade do sistema estomatognático caracterizada pelo ranger ou apertamento dos dentes durante o sono. Vários tratamentos para o bruxismo do sono têm sido propostos, entre eles o farmacológico, o psicológico e odontológico. Objetivo: Avaliar a efetividade das placas oclusais para o tratamento do bruxismo do sono comparada às intervenções alternativas ou ao não tratamento. Estratégia de pesquisa: Nós procuramos ensaios clínicos controlados randomizados (ECCRs) ou quasi-randomizados sobre tratamento de bruxismo nas seguintes bases de dados: COCHRANE-CENTRAL (vol.2, 2006), MEDLINE (1966 a 2006), EMBASE (1980 a 2006), LILACS (1982 a 2006), SciELO (1997-2006) BBO - Bibliografia Brasileira de Odontologia (1966 a 2006); resumos publicados nos congressos de medicina e odontologia do sono foram identificados manualmente; listas de referências foram checadas com os artigos originais, resumos, revisões, revisões sistemáticas para o tratamento do bruxismo do sono. Não houve restrições de idioma. Critérios de Seleção: Nós selecionamos todos os ECCRs ou quasirandomizados nos participantes com bruxismo do sono em que a terapia com a placa oclusal foi comparada ao não-tratamento ou a qualquer outra intervenção. Coleta de dados e análise: A extração de dados foi conduzida independentemente e em duplicata. Avaliação da validade dos estudos incluídos foi conduzida ao mesmo tempo em que a extração de dados. Discrepâncias foram discutidas e um terceiro revisor consultado. Os autores dos estudos incluídos foram consultados quando necessário. Principais resultados: Potencialmente 30 ECCRs foram identificados, mas apenas cinco foram incluídos. A placa oclusal foi comparada com placa palatal, aparelho de arco duplo (AAD), TENS (Transcutaneous Electrical Nervous Stimulation) e não-tratamento. Houve apenas um desfecho em comum (microdespertar/h) que permitiu a realização da metanálise. Na metanálise não foram encontradas diferenças estatisticamente significantes entre os grupos placas oclusal e palatal. Conclusões dos revisores: Não há evidência suficiente na literatura para se afirmar que as placas oclusais são efetivas para o tratamento do bruxismo do sono. Indicações do seu uso são questionáveis em relação aos desfechos do sono, mas pode ser que haja alguns benefícios com relação ao desgaste dentário. Esta revisão sistemática sugere maior preocupação na realização de futuros ECCRs: método de alocação, avaliação dos desfechos, tamanho da amostra e suficiente tempo de acompanhamento. Os desenhos dos estudos devem ser paralelos a fim de eliminar vieses decorrentes de estudos do tipo cross-over. Há necessidade de padronização dos desfechos para o tratamento do bruxismo do sono nos ECCRs.

Background: Sleep bruxism is an activity of the stomatognathic system characterized by teeth grinding or clenching during sleep. Several treatments for sleep bruxism have been proposed such as pharmacological, psychological, and dental. Objective: To evaluate the effectiveness of occlusal splints for treatment of sleep bruxism as compared to alternative interventions or no treatment. Search strategy: We searched randomised or quasi-randomised controlled trials (RCTs) for the treatment of bruxism from the following data bases: COCHRANE-CENTRAL (vol.2, 2006), MEDLINE (1966 to 2006); EMBASE (1980 to 2006); LILACS (1982 to 2006); (Bibliografia Brasileira de Odontologia) (BBO) (1966 to 2006), SciELO (1997 to 2006); abstracts published in sleep odontology and medicine congress were hand- searched. Additional reports were identified from the reference lists of retrieved reports and from articles, abstracts, reviews, systematic reviews about treating sleep bruxism. There were no language restrictions. Selection criteria: We selected or quasi-randomised or RCTs, from participants with sleep bruxism, in which splint therapy was compared concurrently to no treatment or any other intervention. Data collection and analysis: Data extraction was carried out independently and in duplicate. Validity assessment of the included trials was carried out at the same time as data extraction. Discrepancies were discussed and a third reviewer consulted. The author of the primary study was contacted when necessary. Main results: Thirty potentially relevant RCTs were identified. Twenty-three trials were excluded leaving five RCTs for analysis. Splint occlusal was compared to:palatal splint, double arch device, TENS, and no treatment. There was just one common outcome (arousal index) which was combined in a meta-analysis. No significant differences between occlusal splint and control group were found in the meta-analyses. Reviewers' conclusions: There is not sufficient evidence to state that the occlusal splint is effective for treating sleep bruxism. Indication of its use is questionable with regard to the sleep outcomes, but it may be that there is some benefit with regard to tooth wear. This systematic review suggests the need for further investigation in more controlled RCTs that pay attention to method of allocation, outcome assessment, large sample size, and enough duration of follow-up. The study design must be parallel, in order to eliminate the bias provided by studies of cross-over type. A standardisation of the outcomes of the treatment of sleep bruxism should be established in the RCTs.
Palavra-chave Bruxismo do sono
Placas oclusais
Ensaios clínicos como assunto
Aparelhos
Ranger dos dentes
Apertamento
Idioma Português
Data de publicação 2007
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2007. 180 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 180 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23410

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-23410.pdf
Tamanho: 938.7KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta