Estudo de expressao e distribuicao da cinase acoplada a integrina (ILK) em modelo experimetal de epilepsia do lobo temporal induzido por pilocarpina

Estudo de expressao e distribuicao da cinase acoplada a integrina (ILK) em modelo experimetal de epilepsia do lobo temporal induzido por pilocarpina

Título alternativo Integrin-linked kinase (ILK) expression and distribution in the hippocampus of rats submitted to pilocarpine model of epilepsy
Autor Goto, Eduardo Massatoshi Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: Analisar a distribuicao e expressao da ILK em um modelo experimental de epilepsia induzida por pilocarpina em ratos. Metodo: Ratos Wistar machos adultos foram submetidos ao modelo de epilepsia induzida por pilocarpina. Hipocampos foram retirados 6h (periodo agudo), 12h (agudo tardio), 5 dias (silencioso) e 60 dias (cronico) apos o estabelecimento do status epilepticus (SE), e de animais que receberam pilocarpina mas nao desenvolveram SE (grupo parcial). Os tecidos coletados foram utilizados para analise de expressao do RNAm de ILK por RT-PCR em tempo real. Imuno-histoquimica foi usada para verificar a distribuicao da cinase no hipocampo. Os niveis de ativacao da Akt foram determinados por Western blot. Tambem foi realizada a analise de expressao de RNAm de ILK em amostras de hipocampo de pacientes com epilepsia de lobo temporal (EL T). Resultados: Foi observada uma diminuicao dos niveis de RNAm de ILK nos periodos agudo e cronico do modelo experimental, enquanto no periodo silencioso os niveis permaneceram inalterados. A analise por imuno-histoquimica corroborou estes achados, mostrando menor marcacao da proteina nestes mesmos periodos, sem alteracao no padrao de distribuicao da cinase durante o desenvolvimento da doenca. Os animais que receberam pilocarpina, mas nao entraram em SE, apresentaram niveis elevados do RNAm de ILK, quando comparados com o grupo agudo. Observaram-se niveis aumentados de Akt ativada no periodo silencioso do modelo, porem, nos periodos agudo e cronico o mesmo permaneceu inalterado. Em humanos com EL T, foi constatado niveis elevados de expressao de RNAm de ILK quando comparado com controle. Conclusao: Os resultados sugerem que a ILK pode estar envolvida nos mecanismos de desenvolvimento de epilepsia, e a via de sinalizacao ILK-Akt pode se tornar alvo terapeutico dessa doenca
Palavra-chave Epilepsia do Lobo Temporal
Reação em Cadeia da Polimerase Via Transcriptase Reversa
Imuno-Histoquímica
Western Blotting
Idioma Português
Data de publicação 2006
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2006. 66 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 66 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23404

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta