InGestão alimentar, antropometria e impedancia bioeletrica de criancas e adolescentes com hepatite auto-imune

InGestão alimentar, antropometria e impedancia bioeletrica de criancas e adolescentes com hepatite auto-imune

Título alternativo Food intake, anthropometry and eletric impedance of children and adolescents with autoimmune hepatitis
Autor Cortez, Ana Paula Bidutte Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: Avaliar a inGestão alimentar, a antropometria, a composicao corporal e a maturacao sexual de criancas e adolescentes com hepatite auto-imune. Metodos: Foram estudados 37 criancas e adolescentes com hepatite auto-imune. A inGestão alimentar foi avaliada por inquerito alimentar recordatorio de 24 horas. Foram mensurados o peso, a estatura e as dobras cutaneas. Para avaliar a composicao corporal foram utilizadas a impedancia bioeletrica e a dobras cutaneas (formula de Slaughter). A maturacao sexual foi avaliada pelo estadio de Tanner. Com base na revisao de prontuarios foi determinada a dose acumulativa de corticoide. Resultados: Observou-se predominio (83,8 por cento) do genero feminino. A inGestão alimentar nao atingiu os valores recomendados pelas Dietary Recommended Intakes para energia, calcio e vitamina A em 43,2 por cento, 94,6 por cento e 59,4 por cento dos pacientes, respectivamente. Nao se verificou atraso no desenvolvimento puberal dos pacientes. Foi encontrado deficit no escore Z de estatura para idade «< -2,0 desvios-padrao) em 4/37 (10,5 por cento) pacientes. A composicao corporal avaliada pela impedancia bioeletrica e pela dobra cutanea, constatou respectivamente, 41,9 por cento e 45,2 por cento de pacientes do genero feminino com valores superiores a 30 por cento de gordura corporal. A estimativa da massa de gordura mostrou correlacao (r= +0,800; p<O,OOI) entre os metodos. Observaram-se maior reducao (p<0,005) no escore Z de estatura para idade em pacientes que receberam dose acumulativa de corticoide superior a 10,0 g. Conclusoes: A inGestão alimentar das criancas e adolescentes com hepatite auto-imune encontra-se abaixo do recomendado. A dose acumulativa de corticoide associou-se com maior reducao do escore Z de estatura para a idade
Palavra-chave Ingestão de Alimentos
Avaliação Nutricional
Antropometria
Impedância Elétrica
Hepatite Autoimune
Idioma Português
Data de publicação 2007
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2007. 70 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 70 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23399

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta