A violência intrafamiliar contra a criança e o adolescente na perspectiva de profissionais de Saúde

A violência intrafamiliar contra a criança e o adolescente na perspectiva de profissionais de Saúde

Título alternativo Intrafamiliar violence against children and adolescents from the perspective of health profissionals
Autor Nunes, Cristina Brandt Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Sarti, Cynthia Andersen Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Este estudo buscou descrever e analisar a forma como os profissionais de Saúde compreendem e lidam com a violencia intrafamiliar contra a crianca e o adolescente e fornecer subsidios para o desenvolvimento de uma abordagem de cuidado adequada a crianca, ao adolescente e a familia em situacao de violencia. A metodologia utilizada foi a qualitativa, na modalidade estudo de caso. A coleta dos dados foi realizada com as tecnicas etnograficas de observacao participante, entrevista e consulta em documentos. A analise dos dados evidenciou que os profissionais associam a violencia a conjuntura sociopolitica e a aspectos culturais. Na identificacao do profissional com a vitima ou com o agressor, ha retrospecto ao convivio tido com os filhos. Os profissionais se sentem despreparados para lidar com os fatos, impotentes com a baixa efetividade das resolucoes que podem oferecer e tendem a buscar um percurso linear que leve as solucoes, procurando encontrar medidas terapeuticas objetivas. Geralmente tem dificuldades em proceder a denuncia. A maneira como e realizada a maior parte das abordagens reflete a desarticulacao da rede de servico. Em alguns casos esporadicos houve maior efetividade na resolucao das situacoes, porem as estrategias de apoio provieram da equipe e da comunidade. Constatou-se que o desenvolvimento de uma abordagem de cuidado adequada a crianca, ao adolescente e a familia em situacao de violencia intrafamiliar requer uma equipe multiprofissional e um enfoque interdisciplinar que transcenda a dimensao biologica do cuidar. Alem disso, se faz necessaria uma rede de apoio social, interinstitucional e intersetorial que nao se limite ao setor de Saúde e que favoreca a parceria com a comunidade. Em decorrencia do aspecto contextual e relacional da questao, e necessario que os profissionais de Saúde, na abordagem dos casos, levem em conta que a violencia contra a crianca e o adolescente e um processo do qual fazem parte nao so as vitimas e os agressores, mas tambem os demais familiares e os proprios cenarios em que os atos violentos se manifestam. Tais aspectos chamam atencao para que no planejamento dos servicos de Saúde sejam incluidas estrategias para capacitar os profissionais de Saúde a abordar casos em que a violencia contra criancas e adolescentes esteja envolvida
Palavra-chave Saúde da criança
Saúde do adolescente
Saúde da família
Associações profissionais
Violência
Idioma Português
Data de publicação 2007
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2007. 189 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 189 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23379

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta