Estudo prospectivo dos efeitos da prótese de polipropileno sobre o volume e o fluxo arterial testicular: avaliação por ultra-sonografia doppler em pacientes submetidos à correção cirúrgica de hérnia inguinal

Estudo prospectivo dos efeitos da prótese de polipropileno sobre o volume e o fluxo arterial testicular: avaliação por ultra-sonografia doppler em pacientes submetidos à correção cirúrgica de hérnia inguinal

Título alternativo A prospective study on the effects of a polypropylene prosthesis on testicular volume and arterial flow: evaluation by doppler ultrasonography in patients undergoing surgical correction for inguinal hernia
Autor Lima Neto, Edgar Valente de Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Goldenberg, Alberto Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Introdução: A hernia inguinal e uma doenca de alta prevalencia na populacao. A aplicacao das proteses de polipropileno no tratamento das hernias propiciou altos indices de satisfacao e baixos de recidiva. No entanto, a atrofia testicular e a infertilidade foram observadas em pacientes com proteses. A reacao de corpo estranho desencadeada pelas proteses pode comprometer o fluxo sanguineo e o volume do testiculo e causar danos a fertilidade. Objetivo: Avaliar o volume e o fluxo arterial testicular em pacientes submetidos a correcao cirurgica de hernia inguinal com implante de protese de polipropileno. Metodos: Estudo clinico prospectivo observacional em 39 pacientes do sexo masculino portadores de hernia inguinal dos tipos 111 A e 111 B pela classificacao de Nyhus, os quais foram submetidos a correcao cirurgica pela tecnica de Lichtenstein. Os pacientes foram avaliados por ultra¬sonografia Doppler no periodo pre-operatorio, seletivamente no terceiro e no sexto mes pos-operatorios. As variaveis estudadas foram: volume testicular; velocidade sistolica e diastolica; indice de resistencia e indice de pulsatilidade. Resultados: Nao se observaram alteracoes estatisticamente significantes nas variaveis estudadas ao longo do tempo, quais sejam: volume testicular (p=O,197); velocidade sistolica (p=O,257); velocidade diastolica (p=O,554); indice de resistencia (p=O,998); indice de pulsatilidade (p=O,582). Conclusao: Nao se observou apos seis meses, alteracao do volume e do fluxo arterial testicular em pacientes submetidos a correcao cirurgica de hernia inguinal com protese de polipropileno avaliados por ultra-sonografia Doppler
Palavra-chave Hérnia inguinal
Testículo
Telas cirúrgicas
Ultrassom
Idioma Português
Data de publicação 2007
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2007. 76 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 76 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23376

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta