Marcadores morfológicos e funcionais de lesão tubulo-intersticial em glomerulopatias primárias

Marcadores morfológicos e funcionais de lesão tubulo-intersticial em glomerulopatias primárias

Título alternativo Morphological and functional markers of tubulointerstitial lesion in glomerulopathies
Autor De Deus, Rogério Barbosa Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Mastroianni Kirsztajn, Gianna Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Tem havido um interesse crescente no estudo do papel da lesao tubulo¬ intersticial na progressao das doencas glomerulares para insufiCiência renal. O componente tubulo-intersticial parece ter uma influencia decisiva no prognostico das doencas renais. O diagnostico precoce das lesoes tubulares proximais pode ser feito pela presenca de niveis anormais de proteinas de baixo peso molecular na urina. Casuistica e metodos: Avaliamos retrospectivamente 100 casos de glomerulopatias com o objetivo de estabelecer o perfil dos niveis urinarios da proteina transportadora do retinol (RBPur) em tais doencas e a possivel associacao com marcadores histologicos de lesao tubulo-intersticial em biopsia renal. A determinacao da RBPur e a biopsia renal ocorreram em momentos proximos, assim como as determinacoes de outros parametros laboratoriais relacionados a avaliacao da funcao renal. O estudo histologico incluiu a graduacao da lesao tubulo-intersticial por microscopia optica e morfometria, usando-se para a ultima coloracao previa pelo vermelho de picrosirius. Resultados: Houve predominio do sexo masculino, de adultos jovens e brancos e de glomerulopatias nao-proliferativas. A probabilidade de ter RBPur anormal foi mais elevada entre pacientes com doencas glomerulares que apresentavam um componente proliferativo predominante (2x, p = 0,163), creatinina se rica basal >1,2 mg/dL (3,5x, p = 0,008), clearance de creatinina <70 mL/min (3,8x, p = 0,006), fibrose intersticial severa (10x, p = 0,042) e atrofia tubular severa (9,6x, P = 0,052). Na analise multivariada, apenas creatinina serica e clearance de creatinina, incluidos separadamente em dois moderas diferentes, associaram-se de forma independente a RBPur. A creatinina serica, o clearance e a RBPur foram posteriormente introduzidos em modelo de regressao de Cox, e somente a RBPur revelou-se um fator prognostico nao-dependente de tempo para sobrevida livre de insufiCiência renal (risco de insufiCiência renal para RBPur anormal foi de 9x, p = 0,035). Conclusao: Concluimos que a determinacao de RBPur, refletindo a presenca de lesao tubulo-intersticial transitoria ou permanente tem relevancia prognostica na progressao das glomerulopatias para insufiCiência renal; os marcadores histologicos e morfometricos avaliados, por sua vez, tiveram uma correlacao fraca com a evolucao clinica de tais pacientes. Consequentemente, o marcador funcional de lesao tubulo-intersticial, RBPur, foi mais adequado para determinar o prognostico das doencas glomerulares do que as analises histologica e morfometrica das biopsias renais
Palavra-chave Nefrose Lipoide
Proteinúria
Fibrose
Nephrosis, Lipoid
Proteinuria
Fibrosis
Idioma Português
Data de publicação 2007
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2007. 136 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 136 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23363

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta