As intervencoes psicossociais para a prevencao de transtornos psicologicos em policiais

As intervencoes psicossociais para a prevencao de transtornos psicologicos em policiais

Título alternativo Psychosocial intervention for the prevention of psychological disorders in law enforcement officers
Autor Penalba, Valentina Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo OBJETIVOS: realizar uma revisao sistematica para avaliar a eficacia das intervencoes psicossociais na prevencao de transtornos psicologicos na policia. METODO: revisao sistematica utilizando-se da metodologia proposta pela Colaboracao Cochrane. Estrategia de buscas: buscas eletronicas, lista de referencias de artigos de revisao e estudos incluidos, livros relacionados com a policia e comunicacao pessoal com especialistas da area. Criterios de selecao - tipo de estudos: estudos controlados aleatorios ou quase aleatorios que consideraram uma ou mais intervencoes psicossociais para a prevencao de transtornos psicologicos na policia - tipo de sujeitos: pessoas empregadas diretamente na policia, incluindo policia civil e militar, nao importando o genero, a idade e o pais de origem, que pudessem ou nao ter vivenciado situacoes traumatizantes com consequencias psicologicas - tipo de intervencoes: intervencoes psicossociais - tipos de resultados medidos: eventos primarios (aqueles relacionados com os sintomas psicologicos) e eventos secundarios (vinculados com o trabalho policial, a qualidade de vida, os efeitos adversos e a aceitabilidade das intervencoes). Analise e coleta de dados: os dados foram inseridos e os dados quantitativos foram avaliados na revisao sistematica utilizando-se o programa Review Manager 4.3. RESULTADOS PRINCIPAIS: oito estudos foram incluidos nesta revisao. Os resultados sugerem que as intervencoes psicossociais foram significativamente mais efetivas quando comparadas ao nao tratamento ou a lista de espera no que se refere a reducao dos sintomas psicologicos como a ansiedade, a depressao, a somatizacao, os sintomas obsessivos compulsivos, a hostilidade, e os problemas de sono. Tambem se mostraram mais efetivas em relacao a outros parametros como os sintomas fisicos, ceticismo e remissao do estresse pos-traumatico. Quando comparadas as outras terapias, as intervencoes psicossociais foram mais efetivas em relacao a reducao de resultados de raiva-traco, nos valores subjetivos de desconforto e na melhora do relacionamento de casais. CONCLUSAO: existe uma evidencia significativa que ressalta que os pacientes podem se beneficiar das intervencoes psicossociais em termos de sintomas psicologicos como a ansiedade, a depressao, a somatizacao, a obsessao/compulsao, a raiva, a hostilidade e ainda outros sintomas como problemas de sono, sintomas fisicos, ceticismo e habilidades sociais como o relacionamento do casal. Aos pacientes com estresse ou expostos a eventos estressantes similares aos citados neste estudo, deveriam ser oferecidos intervencoes psicossociais e monitoramento do seu progresso subsequente
Assunto Polícia
Transtornos Mentais
Metanálise
Estresse Psicológico
Idioma Português
Data 2006
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2006. 99 p.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 99 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23339

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)