Linfonodo sentinela no carcinoma de endometrio

Linfonodo sentinela no carcinoma de endometrio

Título alternativo Sentinel lymph node inendometrial carcinoma
Autor Lopes, Luiz Augusto Freire Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: Estudar a possibilidade de identificar o linfonodo sentinela e o seu comprometimento por celulas neoplasicas nas pacientes portadoras de carcinoma de endometrio, restrito ao utero, e sua correlacao com o estado de outros linfonodos pelvicos e paraorticos. Metodos: Quarenta pacientes portadoras de carcinoma do endometrio, estadios clinicos I e 11, foram submetidas a estadiamento cirurgico completo, como preconizado pela Federacao Internacional de Ginecologia e Obstetricia (1988), por via laparotomica. Foi realizada a pesquisa do linfonodo sentinela por meio de azul patente V aplicado na regiao subserosa miometrial, na area mais alta do corpo uterino, em ponto equidistante entre os cornos, e a 2cm abaixo, nas paredes anterior e posterior. Apos espera de dez minutos, foi aberto o retroperitonio nas goteiras parietocolicas direita e esquerda; seguiu-se o trajeto linfatico principal, identificou-se o linfonodo sentinela e a sua localizacao topografica. Procedeu¬-se a sua exerese, sendo submetido a exame histopatologico por meio de congelacao e coloracao por hematoxilina e eosina. A seguir, foram realizadas as linfonodectomias paraortica e pelvica, bilateralmente, e histerectomia total com salpingooforectomia bilateral. O produto da linfonodectomia foi examinado em cortes em parafina e corados por hematoxilina e eosina. Efetuou-se, tambem, analise por meio de reacao imuno-histoquimica com anticorpos antiqueratina AE1 e AE3. Resultados: Foi identificado o linfonodo sentinela em 77,5 por cento das pacientes (31/40). Destas, 16,1 por cento (5/31) apresentaram comprometimento neoplasico no referido linfonodo. Em 25 casos com linfonodo sentinela negativo, 96 por cento (24/25) apresentaram-se livres de comprometimento neoplasico linfonodal e 4 por cento (1/25) tiveram comprometimento de outro linfonodo (resultado falso-negativo). Nos nove casos nos quais nao se identificou o linfonodo sentinela, 55,5 por cento (5/9) revelaram comprometimento linfonodal. Conclusao: Os resultados do presente estudo permitem concluir que e possivel identificar o linfonodo sentinela em pacientes com carcinoma de endometrio por meio do azul patente V. O seu quadro histopatologico corresponde significantemente ao estado dos linfonodos pelvicos e paraorticos
Palavra-chave Neoplasias do Endométrio
Biópsia de Linfonodo Sentinela
Excisão de Linfonodo
Idioma Português
Data de publicação 2006
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2006. 60 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 60 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23328

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta