Estudo retrospectivo dos casos de farmacodermia atendidos por um servico de interconsulta de dermatologia em um hospital quaternario da cidade de São Paulo

Estudo retrospectivo dos casos de farmacodermia atendidos por um servico de interconsulta de dermatologia em um hospital quaternario da cidade de São Paulo

Título alternativo Retrospective study of cases of adverse cutaneous drug reactions assisted by a dermatology consultation service in a quaternary hospital in São Paulo
Autor Botelho, Luciane Francisca Fernandes Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Introdução: As reacoes cutaneas as drogas sao frequentes no ambiente hospitalar, com uma prevalencia aproximada de 2% a 3% dos pacientes internados, podendo ser responsaveis pelo aumento da morbidade, mortalidade e custos socioeconomicos. Objetivo: Avaliar as caracteristicas epidemiologicas, clinicas e histologicas das reacoes a drogas no ambiente hospitalar. Estimar a frequencia das reacoes cutaneas desencadeadas por drogas, formas clinicas, medicamentos envolvidos e achados histopatologicos. Metodos: Foi um estudo descritivo e retrospectivo, realizado entre setembro de 2008 a abril de 2012, com pacientes internados em um hospital publico quaternario. Os criterios de inclusao foram a solicitacao de avaliacao dermatologica e diagnostico de reacao adversa cutanea a droga. Foram analisados os dados epidemiologicos, drogas suspeitas, apresentacao clinica, diagnostico histopatologico, tratamento e evolucao. Os dados histologicos foram classificados pela analise de padrao proposta por Ackerman e avaliamos a presenca ou ausencia de linfocitos atipicos no infiltrado dermico. Na analise estatistica foi aplicado o teste de qui-quadrado e McNemar com nivel de significancia de 5% e teste de t Student. Resultados: 1428 pacientes foram atendidos pelo Servico de interconsulta da dermatologia e 117 tiveram o diagnostico clinico e histopatologico de reacao adversa cutanea a droga no periodo. As mulheres representaram a maioria dos pacientes atendidos (54,7%). A idade media dos pacientes foi de 49,1 anos ±19,72. As causas responsaveis pela internacao hospitalar foram: neoplasias (25,6%), infeccao (24,8%), internacao pelo quadro cutaneo (10,3%), doencas neurologicas (9,4%) e infeccao pelo virus da imunodefiCiência humana (7,7%). Os anticonvulsivantes foram responsaveis por 23,9% dos casos, seguidos pelos antibioticos (22,2%), derivados pirazolonicos (10,3%), quimioterapicos (5,1%), antiinflamatorio nao hormonal (2,6%), antigotoso (2,6%) e terapia antiretroviral (2,6%). Em 29% dos casos os pacientes faziam uso de duas ou mais classes de medicamentos que poderiam desencadear a reacao. As formas clinicas mais frequentes foram exantema (37,6%), DRESS (14,5%), eritema polimorfo (12%), vasculite (11,1%), SSJ (9,4%), urticaria (5,1%), NET (3,4%) e PEGA (2,6%). A classe dos anticonvulsivantes se associou com as formas mais graves de reacao adversa cutanea a droga (p= 0,040). A maioria dos pacientes, 89,7%, evoluiu com melhora, 1,7% apresentou recidiva do quadro, 6% evoluiram para obito por outras comorbidades e 2,6% evoluiram para obito pela reacao adversa a droga. O padrao histologico predominante foi o Ie.1 (56,4%), seguido pelo Ib.1 (17,1%), V (16,2%), Ia.1 (4,3%), IId (2,6%), IVa(2,6%) e Ie.2 (0,9%). Houve relacao significante no sentido de que o uso de anticonvulsivantes e a forma clinica DRESS estao mais associados a presenca de linfocitos atipicos no infiltrado dermico (p <0,0001). Conclusao: A frequencia de reacoes adversas cutaneas a drogas confirmadas entre os pacientes atendidos pela interconsulta de dermatologia foi de 8,2%. Os anticonvulsivantes e antibioticos foram os principais farmacos desencadeantes do quadro e predominaram as reacoes agudas como o exantema. O uso de anticonvulsivantes esteve mais associado a formas clinicas graves de reacao adversa cutanea a droga, se comparado aos outros grupos de medicamentos. O padrao histologico Ie.1 predominou e a presenca de linfocitos atipicos no infiltrado dermico esteve associada a forma clinica DRESS e tambem ao uso de anticonvulsivantes
Palavra-chave Humanos
Anormalidades Induzidas por Medicamentos
Erupção por Droga
Hipersensibilidade a Drogas
Efeitos Colaterais e Reações Adversas Relacionados a Medicamentos/epidemiologia
Efeitos Colaterais e Reações Adversas Relacionados a Medicamentos
Estudos Retrospectivos
Humanos
Idioma Português
Data de publicação 2014
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2014. 82 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 82 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23267

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta