Pneumonia intersticial bronquiolocêntrica: etiologia, características clínicas, histológicas e análise de sobrevida

Pneumonia intersticial bronquiolocêntrica: etiologia, características clínicas, histológicas e análise de sobrevida

Título alternativo Bronchiolocentric interstitial pneumonia: etiology, clinical and histological findings and survival
Autor Kuranishi, Lilian Tiemi Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Pereira, Carlos Alberto de Castro Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Medicina (pneumologia) – São Paulo
Resumo Introdução: A Pneumonia intersticial bronquiolocentrica (PIB) e uma doenca pulmonar intersticial com comprometimento inflamatorio e fibrotico do parenquima pulmonar, centrado nas vias aereas. Os estudos sobre esta entidade se resumem a pequenas series e relatos de casos. Objetivos: Analisar uma serie maior de casos com diagnostico histologico de PIB, suas caracteristicas clinicas, histologicas, radiologicas e sobrevida. Metodos: Estudo de coorte retrospectiva por revisao de prontuarios de tres centros de referencias de doencas intersticiais de São Paulo com diagnostico, apos revisao histologica especializada, de PIB, em material de biopsias cirurgicas. Resultados: Foram incluidos 68 casos com media de idade de 57±12 anos, a maioria mulheres (57%). Tosse (78%) e dispneia (100%) foram os sintomas mais prevalentes. Exposicao a antigenos organicos estava presente em 42 (62%) e refluxo gastroesofagico em 29 (53%) dos casos. Padrao restritivo com reducao da capacidade de difusao do monoxido de carbono e dessaturacao ao esforco foram caracteristicos. O aspecto tomografico mais observado foi de infiltrado reticular com bronquiectasias de tracao, predominio em lobos inferiores e envolvimento peribroncovascular. Os diagnosticos clinicos mais prevalentes foram pneumonite de hipersensibilidade, doenca do refluxo gastroesofagico, colagenoses e associacao entre elas. Apenas dois casos foram considerados idiopaticos. Os achados histologicos que caracterizaram a pneumonia intersticial bronquiolocentrica foram fibrose centrada em vias aereas (100%), infiltrado inflamatorio bronquiolocentrico (98,5%) e metaplasia peribronquiolar (88,2%). A mediana de sobrevida foi de 116 meses, variando de 58,5 a 173,5 meses. A sobrevida foi menor nos pacientes com tosse (log-rank=4,30, p=0,039), menor saturacao da oxihemoglobina ao repouso (taxa de risco de morte = 1,14, IC95%=1,05-1,24, p=0,003) e achados histologicos de tecido em organizacao na parede de vias aereas (log-rank=5,17, p=0,023), focos fibroblasticos (log-rank=5,98, p=0,014) e faveolamento microscopico (log-rank=4,80, p=0,028). Conclusoes: A PIB e uma entidade histologica distinta que afeta mais mulheres na sexta decada de vida, sendo expressao mais comumente de pneumonite de hipersensibilidade, doenca do refluxo gastroesofagico e colagenoses. A presenca de tosse, menor saturacao de oxihemoglobina em repouso e achados histologicos de tecido em organizacao em parede de vias aereas, focos fibroblasticos e faveolamento microscopico sao preditores de menor sobrevida
Palavra-chave Doenças Pulmonares Intersticiais
Alveolite Alérgica Extrínseca
Alveolite Alérgica Extrínseca/etiologia
Refluxo Gastroesofágico
Bronquíolos
Estudos de Coortes
Idioma Português
Data de publicação 2013
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2013. 78 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 78 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23262

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta